Uma das mais aguardadas festas brasileiras, o Carnaval está no ar, com  “CARNAVAL DO CORETO”! A partir de 31 de agosto o evento três momentos de celebração à festa,  com três lives com apresentação de oito blocos carnavalescos; um bate papo com outros 13 blocos, e ainda um debate com agentes e fazedores envolvidos na maior festa de rua do mundo, tudo isso com transmissão gratuita e ao vivo através do YouTube do CORETO e do Teatro Riachuelo , que será palco do evento.

Além disso, o Carnaval do Coreto contará com um QR Code para arrecadar recursos destinados aos componentes dos blocos que, devido à pandemia de Covid-19, não puderam desfilar este ano.

Realizado pelo CORETO, uma das maiores Associações de Blocos no Estado, o evento será aberto pelas lives que acontecem ao longo de três dias, sempre a partir das 18h30, com os blocos sorteados dentre os 33 que compõem o Coreto. São eles Agytoê, Balanço Zona Sul, Blocobuster, Bloco Olha pá mim, Caramuela, Multibloco, Pipoca & Guaraná e Turbilhão Carioca.

Em Setembro acontece o “Pulo no Coreto”, série de sete episódios com conversas com temas diversos entre o Coreto e dois blocos por episódio. Deste modo, outros 13 blocos associados participarão do evento – Que bloco é esse?!; LambaBloco; Dinossauros Nacionais; Me enterra na quarta; Empolga às 9; Que Pena, Amor!; Terreirada Cearense; Desliga da Justiça; Batuquebato; Aí Sim!; Fogo & Paixão; Sereias da Guanabara e Butano na Bureta. Por fim, acontece um debate com agentes e fazedores envolvidos no carnaval de rua do Rio, juntando representantes de blocos, ambulantes, poder público, pesquisadores, entre outros agentes que estão à frente da folia.

A ideia do evento surgiu do incômodo gerado nos componentes de blocos e associações que, na ausência dos desfiles, passaram a se apresentar nos formatos alternativos, como lives com conversas e shows acústicos, entre outros. “Todos os blocos concordaram que seria impossível ter carnaval em 2021 sem uma campanha de vacinação ampla e com a pandemia ainda presente. Por isso, muitos aderiram às campanhas de conscientização como a #carnavalemcasa e a #minhacasaedecarnaval para estimular os foliões e blocos a permanecerem em casa. E alguns blocos realizaram eventos online, como lives”, relembra Cristina Couri, Diretora Executiva do CORETO.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here