A FAMA Museu inaugura o projeto “Respirar”, uma ação de mediação audiovisual do acervo da Instituição em formato de websérie no Youtube, a partir de 21 de agosto de 2021, às 19h. O projeto “Respirar” é dividido em episódios, aliás, cada um comporta uma proposta aberta e experimental vinculada à escultura, dança, performance e fotografia.

A primeira temporada do projeto tem como foco as esculturas dos artistas Amilcar de Castro, Rubens Gerchman e José Resende, presentes no acervo da FAMA Museu. Cada vídeo é, certamente, dedicado a um artista, apresentando, surpreendentemente, as especificidades e os processos híbridos entre as diferentes linguagens da arte.

O primeiro episódio Cortes apresenta a obra Sem Título, da década de 80, de Amilcar de Castro, em que o corte presente nas esculturas do artista é relacionado com o processo de edição no audiovisual, através de corte de imagens e de planos. O lançamento acontece no dia 21 de agosto, às 19h, no canal de YouTube da FAMA, e ficará disponível por 24 horas.

O projeto também conta com ações paralelas, como o lançamento de um material de pesquisa e criação, detalhando o processo de pesquisa artística para a realização do projeto, e webinários com diferentes personalidades, a fim de estabelecer um diálogo entre diversas linguagens artísticas de diferentes atuações profissionais.

A primeira conversa acontece dia 11 de setembro, às 10h, com a curadora do MuBE Galciane Neves e a montadora de cinema Luiza Fagá. O segundo encontro, no dia 2 de outubro, terá a participação do performer Helô Sanvoy e a cineasta e professora Lilian Solá Santiago. Juntos, eles discutem arte e resistência a partir do episódio ‘Resistência’. Todas as conversas acontecem através do canal de YouTube da Instituição.

Com origem no Observatório de Criação da instituição, o projeto envolve profissionais de setores diversos como a Comunicação, a Museologia e a Produção Cultural. Respirar nasceu no contexto imposto pela pandemia – com uma demanda maior de conteúdo online, o museu suspendeu os agendamentos de grupos presenciais e buscou ferramentas para se reinventar virtualmente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here