Utilizando duas ferramentas da fotografia para a criação, Gui Mazzoni apresenta, a partir do dia 9 de setembro, sua individual “IN.Visível Sagrado”, no Centro Cultural Correios RJ.

A primeira ferramenta é denominada de “Sonofotografia” , trabalho autoral de Gui Mazzoni que cria imagens do seu próprio corpo, não reconhecíveis, em vias da técnica de ultrassonografia, que permite a ampliação do olhar estético diante da estrutura humana interna.

Já a segunda, “Fotorecorte”, é uma sequência de fotos que atuam no frame do real. Por meio de aparato tradicional, como câmeras, as fotos são capturadas para posteriormente serem alteradas no computador, em uma busca pela subversão da técnica.

A exposição é composta por 20 quadros fotográficos e quatro impressões transparentes em tecidos, em alta resolução, presas do teto ao chão da sala, simulando a ideia de quatro pilastras e/ou quatro pórticos de quase quatro metros, totalizando 24 obras no espaço expositivo.

As grandes dimensões das obras têm o propósito de ampliar a sensação de sublime e sagrado do não-visível, da vida que acontece nas “pequenezas”, contendo uma simbologia importante na vivência da contemporaneidade.

Serviço:
“IN.Visível Sagrado”
De 10 de setembro a 24 de outubro de 2021
Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here