Texto aborda temas relevantes sobre o universo feminino.

"Sr. Presidente In Concert"
Foto: Pino Gomes

Com texto de Fernando Duarte e Rita Elmôr, música original de Maíra Freitas e direção de Fernando Philbert, “Sr. Presidente In Concert” narra o encontro de Maria Callas e Marilyn Monroe nos bastidores da festa do Presidente Kennedy. A história transporta a plateia para o ano de 1962.

Quem nunca viu a cena clássica de Marilyn Monroe cantando “Happy Birthday Mr. President?” A loira fez a versão de “Parabéns pra Você”, entrar para a história. Antes dela subir ao palco, com seu vestido de sereia rosa chá, grandes artistas se apresentaram, entre eles, Maria Callas, a atração mais aplaudida da noite.

“Sr. Presidente In Concert” organiza um diálogo que expõe, ao mesmo tempo, as distâncias e as proximidades entre as duas, ressaltando a beleza do universo feminino em sua complexidade. Em cena, dois dos maiores mitos da feminilidade do século XX: Marilyn Monroe, a mais absoluta encarnação da carência afetiva, e Maria Callas, uma voz de diamante em forma de mulher. Dividindo o mesmo espaço por uma hora, as duas mulheres mais famosas do mundo, conversam e cantam sobre o universo particular de cada uma, sem imaginar que Marilyn iria falecer dois meses depois.

São, certamente, duas mulheres icônicas que tiveram grande projeção e fins trágicos. A grande questão é como duas pessoas de universos tão distintos se relacionariam e o olhar diferente que tinham sobre uma série de situações. Mais do que falar de Callas e Monroe, o texto aborda temas relevantes sobre o universo feminino. Em cena, as duas mulheres – independentes e bem-sucedidas – o que era raro nos anos 60, falam com franqueza sobre assuntos ainda em pauta nos dias de hoje.

O espetáculo explora, graças ao duelo verbal entre as duas, o drama feminino dos tempos recentes, a divisão entre afeto e realização, o conflito diante do papel a desempenhar em um mundo ainda regido pelos homens. A partir da diferença inicial entre as duas, a trama desnuda, com humor, ironia e deliciosas sutilezas de raciocínio o drama único que envolve muitas mulheres em nosso tempo. Fala de nós, hoje e não apenas de figuras célebres. A história está na esquina dos dias de todos os que enfrentam a luta da vida.

O 45º aniversário do então Presidente John Kennedy, comemorado em 19 de maio de 1962, ficou marcado na mitologia dos anos 60 com a imagem de Marilyn Monroe cantando um “Happy Birthday” tão sexy quanto histórico. Nessa noite, Maria Callas foi ovacionada ao cantar “Habanera” da ópera “Carmen”. Assim, Callas e Monroe se conheceram rapidamente nos bastidores do Madison Square Garden.

SERVIÇO
Temporada: 25 de setembro até dia 4 de dezembro. Sábado. Horários: 19 e 21h.
Local: Teatro dos Grandes Atores ( Endereço: Av. das Américas, 3555. Lotação: 142 lugares, Barra da Tijuca)
Ingressos: divertix.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here