A Crônica FrancesaA Crônica Francesa, décimo filme de Wes Anderson, é, surpreendentemente,  uma celebração a palavra escrita e ao jornalismo. Aliás, o filme é, certamente, uma poderosa carta de amor através de sua profissão.

A Crônica Francesa é uma homenagem do cineasta à França e ao cinema francês, e também uma comovente reflexão sobre o desenraizamento e a vida expatriada, que evidencia em quatro histórias complexas, com riqueza de detalhes, uma comédia inesperadamente comovente, enquanto diversos mundos e referências coexistem.

O filme traz à vida uma coleção de histórias da última edição de uma revista americana publicada em Ennui-sur-Blasé, uma fictícia cidade francesa do século XX. A Crônica Francesa gira em torno das histórias escritas para a revista fictícia que, aliás, dá título ao filme, que por sua vez é inspirada na The New Yorker, lendária publicação fundada em 1925.

Wes Anderson conta que sua relação com a revista é muito antiga, “Quando eu estava no décimo ano, eu estudava na biblioteca, e na minha frente tinham prateleiras de madeira com várias revistas. Uma com uma ilustração na capa chamou minha atenção e comecei a folheá-la. Assim, tornei-me um leitor assíduo da The New Yorker, enquanto esperava o início das aulas. Comecei a ler as edições anteriores e observar os nomes dos repórteres que apareciam continuamente. E me tornei um grande fã”.

A Crônica Francesa conta com Benicio del Toro, Adrien Brody, Tilda Swinton, Léa Seydoux, Frances McDormand, Timothée Chalamet, Lyna Khoudri, Jeffrey Wright, Mathieu Amalric, Stephen Park, Bill Murray e Owen Wilson no elenco.


 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here