Dedé Santana
Foto: Tatiana Coelho

Ícone do humor, o eterno trapalhão Dedé Santana apresenta Cine Circo Teatro Itinerante Dedé Santana, que chega ao Porto Maravilha.

Unindo três paixões do artista: o circo, o cinema e o teatro em um único lugar, o projeto tem intuito de agradecer ao público por tanto carinho recebido ao longo de seus 85 anos de carreira.

Dedé Santana é ator, diretor, roteirista e palhaço. Filho de artistas circenses, nasceu num circo, onde, aliás, começou a atuar aos 3 meses de idade, no colo da mãe. Seus pais, o palhaço Picolino, Oscar Santana, e a contorcionista Ondina Santana, eram donos do circo, com o qual viajou pelo Brasil durante a infância e a adolescência.

Nomeado embaixador do circo no Brasil, o comediante idealizou ao lado do ator e produtor, Fioravante Almeida, o projeto que contempla um espetáculo de variação circense, com direção do próprio Dedé, cheio de números virtuosos, tanto aéreos quanto de solo. Ao mesmo tempo acontece a peça de teatro “Palhaços”, de Timochenko Wehbi, além de uma mostra com filmes protagonizados por ele.

“Palhaços” conta com direção de Alexandre Borges. A peça, protagonizada por Dedé Santana e Fioravante Almeida, é uma tragicomédia narra a história de um palhaço que tem a sua rotina alterada ao se deparar com um espectador em seu camarim. O encontro entre Careta (Dedé) e Benvindo (Fioravante), um vendedor de sapatos, faz com que ambos questionem a vida.

Alexandre Borges conta, “É um prazer enorme estar trabalhando com ele. O desempenho do Dedé como ator dramático é fantástico. Ele é um exemplo de profissionalismo e de amor à arte.”

Além disso, também acontece exibição dos filmes dos Trapalhões, ‘Atrapalhando a Suate’, ‘O Mágico de Oroz’, ‘A Filha dos Trapalhões’, ‘Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood’ e ‘A princesa Xuxa e os Trapalhões’, rememoram os anos dourados do cinema e a carreira do ator. A curadoria é assinada pelo diretor e roteirista, Victor Lustosa, que teve a difícil missão de selecioná-los entre os mais de 60 longas que a Renato Aragão Produções produziu. “Os projetos com a assinatura de ‘Os Trapalhões’ se mantiveram entre as mais bem-sucedidas experiências do cinema brasileiro”, conclui Victor.

Serviço:
De 27 de novembro a 5 de dezembro
Local: Porto Maravilha (Endereço: Rua Equador, nº 196, Santo Cristo)
Entrada gratuita
Ingressos serão disponibilizados no local 1h antes de cada atividade
É necessária a apresentação do comprovante de vacinação para a Covid-19
Acessibilidade para portadores de deficiência
Nas apresentações do espetáculo ‘Palhaços’ haverá traduções simultâneas (fones de ouvido e intérprete de libras) para deficientes visuais e auditivos.
Capacidade de 550 lugares
Classificação indicativa: livre

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here