Com entrada gratuita, concerto irá reunir músicos expoentes.

No domingo, dia 5 de dezembro, em parceria com o Museu de Arte Moderna, o Aterro do Flamengo será palco de uma grande celebração que marca os 27 anos de maior festival de violoncelos do país, o Rio Cello! Aliás, além disso, também celebra os 15 anos do Cello Dance e os 10 anos do Cello Tinta.

O evento ao ar livre, com distanciamento social, acontecerá ao 12h, com entrada gratuita. Pela manhã, mais cedo, em parceria com um projeto social da Maré, será oferecida uma oficina de Cello Tinta a crianças.

Neste ano, o Rio Cello também apresenta, a partir do dia 22 de novembro, uma programação on-line, transmitido pelo YouTube, com concertos já gravados. Incentivado pelo Prêmio Funarte Festivais de Música, o Rio Cello também estará lançando, no dia 5, seu livro que conta 25 anos de histórias, pela Editora Fase 10.

Diversos músicos se apresentarão no concerto de encerramento no MAM, como David Chew, Tomaz Soares, Mateus Ceccato, Blas Rivera, o Coral do Instituo Sabendo Mais (Maré) além de bailarinos convidados por Bruno Cezario (Diretor Artístico convidado pela Diretora Executiva e fundadora do Cello Dance Mariana Chew para esta celebração), destacando grandes nomes da dança no Brasil, como Renato Vieira. Mesmo com a liberação do uso de máscaras ao ar livre na cidade, a produção recomenda o seu uso, assim como o distanciamento e a carteira de vacinação – necessária para usufruir das atividades culturais do espaço interno do MAM.

Radicado e apaixonado pelo Brasil há 40 anos, o violoncelista David Chew, fundador do festival, mantém firme seu propósito de popularização da música clássica e de homenagear o maestro Villa-Lobos, sua maior inspiração.

“Nossa intenção é levar o poder de transformação social da música a espaços públicos e comunidades. No início, era um encontro de violoncelistas, mas o projeto cresceu e hoje recebe diversos instrumentos e múltiplas linguagens artísticas. Desta forma, o festival alcança seu principal objetivo que é incluir a música na vida diária de todas as pessoas”, declara o músico.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here