Em janeiro, o CCBB Educativo – Arte & Educação do Rio celebra o Dia do Compositor com programação gratuita para todas as idades, inspirada no repertório de Pixinguinha, considerado o principal nome da música popular brasileira.

Além disso, para as férias escolares da garotada, na primeira quinzena de janeiro, o “Lugar de Criação” acontece às sextas, sábados e domingos, às 15 horas.

Outros destaques da programação educativa são as visitas mediadas presenciais às exposições em cartaz no CCBB-Rio: para a mostra “Leandro Erlich: A tensão, a partir do dia 5 de janeiro e “Ideias: O Legado de Morandi”. As visitas patrimoniais de longa permanência oferecem os percursos: “Museu Banco do Brasil”, “Galeria de Valores” e “O Banco do Brasil e sua História”. Confira os dias e horários. Participe!

O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, a criação, a investigação e a reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Todo mês oferece visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais. As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados. Neste momento, em que protocolos especiais de visita e permanência são necessários para a segurança de todos nós frente ao COVID 19, as atividades presenciais seguem as regras de participação de acordo com as orientações governamentais locais. Por outro lado, a programação digital traz uma nova abrangência, possibilitando acesso de públicos de todo o território nacional.

Confira a programação completa disponível no site: www.ccbbeducativo.com

A programação educativa do CCBB-Rio oferece visitas mediadas às exposições temporárias e visitas patrimoniais de longa permanência. Nas visitas mediadas presenciais os educadores se juntam ao público para dialogar, trocar ideias, compartilhar impressões sobre as obras, produzindo novos significados a partir das narrativas presentes nas exposições em cartaz. As visitas mediadas de 02 de janeiro a 22 de janeiro acontecem: aos domingos, segundas, quartas e sextas, às 10h, 12h e às 16h. Quintas e sábados às 10h e às 12h. Visitas patrimoniais: Quartas às 12h e domingos às 16h. De 23 de janeiro a 31 de janeiro: aos domingos, segundas, quartas e sextas, às 12h e às 16h. Quintas e sábados às 12h. Visitas patrimoniais: Quartas às 12h e domingos às 16h. Capacidade: 10 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM. Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.

Em cartaz no CCBB-Rio, a partir do dia 05 de janeiro, a exposição “Leandro Erlich: A tensão”, uma mistura de arte com ilusão de ótica. Leandro Erlich é um reconhecido artista argentino, sobretudo por suas instalações que dialogam com a arquitetura. Suas obras nos fazem refletir sobre os ritmos das cidades e sobre nossos próprios ritmos. Erlich cria mundos imaginários e nos convida a interagir com esses mundos. A mostra apresenta obras que nos coloca em dúvida entre o que vemos em seus trabalhos e o que já conhecemos do mundo. Ele recria ambientes e cenas do cotidiano tão reais que fazem com que o público se pergunte se são de fato verdadeiras.

A exposição “Leandro Erlich – A Tensão” é um convite para conhecermos esses mundos possíveis e impossíveis. A partir das provocações que o artista nos faz, os educadores do Programa CCBB Educativo Arte & Educação convidam o público para conversas sobre temas como: E você: que vivência do seu dia gostaria de transformar em arte?

 Visitas mediadas a exposição “Ideias: O Legado de Morandi”

Considerado um dos maiores pintores italianos do século 20, o pintor Giorgio Morandi (1890-1964) é tema da exposição ” Ideias: O Legado de Morandi”, que ocupa o Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro com 34 obras até o dia 21 de fevereiro de 2022. Além da conversa sobre o pintor italiano Giorgio Morandi e sua profunda pesquisa em naturezas mortas, durante a visita mediada, um tema será trabalhado com os visitantes: “A constância temática na obra de Giorgio Morandi”.

A exposição Ideias: O legado de Giorgio Morandi traz trabalhos do pintor italiano ao lado de obras de seis artistas contemporâneos. Com curadoria de Alberto Salvadori e Gianfranco Maraniello, a exposição dialoga com a 34ª Bienal de São Paulo, onde também encontram-se expostas produções do mestre italiano. Ao longo de sua vida, Giorgio Morandi dedicou-se principalmente aos gêneros de natureza morta e paisagem, mantendo constância na pesquisa que lhe conferiu reconhecimento como um dos principais pintores do século XX.

Para conhecer mais sobre o artista e sua obra, convidamos o público, professores e grupos interessados para uma visita à exposição. A capacidade das visitas são de até 10 pessoas, mediante agendamento, através do site eventim.com.br e bilheteria do CCBB RJ. A classificação indicativa é livre e recomendada para pessoas acima de 5 anos. Duração: 1 hora.

As visitas mediadas em Libras para as mostras “Leandro Erlich – A Tensão” e” Ideias: O Legado de Morandi” são às quintas e sábados, às 16h. Elas ocorrem simultaneamente em português, com tradução em língua brasileira de sinais (Libras). A capacidade é de 6 pessoas, mediante agendamento. A classificação indicativa Livre e indicada para pessoas acima de 5 anos.

As visitas mediadas patrimoniais (prédio e exposições permanentes) oferecem os percursos: “Museu Banco do Brasil”, “Galeria de Valores” e “O Banco do Brasil e sua História”. Essas visitas acontecem às quartas, às 12 horas e aos domingos, às 16h.
Você já usou a expressão “tempo é dinheiro”? O famoso provérbio criado por Benjamin Franklin em 1748 faz parte da nossa vida cotidiana até hoje. Quais as relações entre o nosso tempo de vida, nossa força de trabalho e o dinheiro? Através de obras selecionadas do acervo patrimonial do Banco do Brasil, as visitas mediadas patrimoniais abrem o diálogo e a reflexão sobre como organizamos o nosso tempo e como isso reflete os nossos modos de vida contemporâneos.

O público poderá conhecer a história do CCBB Rio de Janeiro, explorando aspectos de sua arquitetura, em diálogo com seu território e os elementos que integram seus espaços, que constituem um importante patrimônio das artes e cultura no país. O ponto de encontro é na Bilheteria.

Durante a primeira quinzena de janeiro, em comemoração às férias escolares, o Lugar de Criação acontece às sextas, sábados e domingos, às 15 horas. São vivências para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade. A capacidade é para até 20 pessoas, sendo 5 núcleos familiares de até 4 pessoas cada, mediante agendamento, através do site eventim.com.br e bilheteria do CCBB RJ.

Dias 7 e 15 de janeiro – OFICINA DE SABERES – Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições em cartaz.

Dias 8 e 16 de janeiro – OFICINAS DE ARTES – Exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.

Dias 9 e 22 de janeiro – JOGOS DE ARTE – Encontros voltados à criação em artes, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

Dias 14 e 29 de janeiro – OFICINAS DE HISTÓRIAS – Encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

Dia 15 de janeiro, sábado, às 11h, o CCBB Educativo do Rio de Janeiro celebra o Dia do Compositor com homenagem especial a Pixinguinha

O que seria uma composição musical? Existem outros tipos de composição? A palavra composição é utilizada em diferentes linguagens artísticas para se referir ao ato de organizar e combinar um sistema de signos, dando forma e produzindo sentidos que possam ser compartilhados. Em homenagem ao dia do compositor, vamos juntos investigar diferentes práticas de composição e homenagear um dos maiores músicos e compositores brasileiros, Pixinguinha. Suas composições musicais influenciaram a consolidação do gênero conhecido como chorinho. Mas o que seria uma composição? A palavra composição é utilizada em diferentes linguagens artísticas para se referir ao ato de organizar e combinar um sistema de signos, dando forma e produzindo sentidos que possam ser compartilhados. Inspirados nas músicas de Pixinguinha e em homenagem ao dia do compositor, vamos juntos investigar diferentes práticas de composição.

Esta atividade faz parte do projeto Patrimônio e Memória do Programa CCBB Educativo Arte & Educação, que entre outras ações, celebra algumas das datas comemorativas que marcam o calendário brasileiro, como uma oportunidade de revisar narrativas e fortalecer nossos vínculos com a cultura brasileira.

 VISITAS ON-LINE AGENDADAS

Atividades de mediação cultural para escolas e outras instituições em grupos de 10 a 45 pessoas, nos turnos da manhã, tarde e noite. As visitas mediadas realizadas pelos educadores são sempre pautadas pela conversa em torno de temas relevantes do presente, como as produções artísticas que nos ajudam a compreendê-lo e o patrimônio cultural como forma de construção de nossa identidade, levando em consideração a pluralidade de nossos públicos. Na modalidade virtual, nossas visitas acontecem mantendo essa vocação. Acreditamos que é possível manter a intensidade e a potência das conversas, mesmo à distância. A partir de ativações, questões e de uma escuta sempre atenta às experiências do público, os educadores prepararam visitas com temas distintos. As atividades envolvem o contato com conteúdo das exposições em conversas e exercícios de reflexão e invenção, preparados e acessíveis para pessoas de todas as idades. As visitas são realizadas de segunda a sexta-feira, em horários pela manhã, tarde e noite, a partir de um agendamento prévio dos grupos interessados.
Duração: De 50 minutos a 1 hora e 30 minutos.
Capacidade: grupos de até 45 pessoas, com mínimo de 10 participantes.
Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 5 anos.
Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitasescolares

No dia 12 de janeiro, quarta, às 10h tem SEMANA DO EDUCADOR – ON-LINE sobre a exposição “Leandro Erlich: A tensão”, em cartaz no CCBB Rio de Janeiro.

A Semana do Educador é o projeto de formação em arte e educação para professores, educadores e coordenadores pedagógicos de escolas, projetos sociais e instituições culturais do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação. Por meio de encontros virtuais síncronos com abrangência nacional, os participantes tomam contato com as pesquisas, estratégias e metodologias utilizadas pelos educadores do programa em atividades de mediação cultural realizadas nas exposições em cartaz nos CCBBs. A participação nas atividades é gratuita e certificada, com acesso a materiais de apoio e ao Convite à Ativação, publicação do programa em diálogo com as exposições temporárias. Também são partilhadas orientações sobre agendamento de visitas virtuais síncronas para grupos de estudantes.

O acesso ao evento é gratuito com duração de até 2h. A classificação indicativa é Livre e indicada para pessoas acima de 16 anos. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Dia 21 de janeiro, sexta, 10h tem LUGAR DE CRIAÇÃO DIGITAL – CONSTRUINDO COM PALITOS E VEGETAIS

Vivências digitais para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade.
O Lugar de Criação “Construindo com palitos e vegetais” convida famílias e públicos de todas as idades para uma investigação sobre composição, equilíbrio e criatividade. Que tal construir prédios e cidades usando objetos da cozinha da sua casa? Você vai precisar de legumes, palitos de dente, uma tábua de corte, uma faca sem ponta e boas doses de imaginação.

A classificação indicativa é livre e recomendada para pessoas acima de 3 anos. Local: redes do CCBB e site do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here