Encontros Casuais
Foto: Black Bird

O projeto Encontros Casuais, que acontece às quintas-feiras na tradicional casa de samba Beco do Rato, na Lapa, segue firme no mês de janeiro. Mantendo a tradição, a roda comandada pelos anfitriões Inácio Rios e Mosquito vai receber convidados surpresa e participações de sambistas parceiros. Aliás, os dois fazem parte da comissão de frente da nova geração do samba carioca.

Há cinco anos os cantores, compositores e instrumentistas se uniram para fazer um samba depois de um encontro casual. A notícia se espalhou e conquistou um público fiel no Beco do Rato, lugar escolhido para abrigar a ideia, a princípio, quinzenalmente. O projeto Encontros Casuais já percorreu outras cidades.

O repertório, que conta com sambas emblemáticos e autorais, passeia também por Noel Rosa, Paulinho da Viola, e outros mestres como Zé Keti e Nelson Cavaquinho, além de Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e os saudosos Beth Carvalho e Reinaldo.

Além disso, recentemente o Beco do Rato entrou em uma nova fase, com a ampliação, atualizações no menu, nos preparos e na decoração. No cardápio, várias opções em uma diversidade de sabores que promete agradar a todos os paladares; e petiscos típicos de botequim: com carne de sol, aipim frito, queijo de coalho e pimenta-biquinho, a tábua chamada ‘Rato Caipira’ (R$ 64) e a ‘Costela do Rato’ (costela suína com molho barbecue e batata portuguesa – R$ 80), alimentam grupos maiores. Além de alguns quitutes da culinária mineira: especialidade do bar, o pastel de angu traz recheios de carne (R$7 a unidade) e de carne seca com catupiry (R$ 8).

Um novo bar de bebidas chega para atender a turma que prefere um drinque a uma gelada. Taças de gim tônica (R$28) e suas variações com Monin de manga, xarope de gengibre, entre outras boas misturas, passaram a fazer companhia para cascos de Brahma e Einsenbahn (R$13), Original (R$14) e Heinenken (R$15). Também é bastante requisitada a dose de gabriela, cachacinha com mel, cravo e canela, e a de milho verde (R$7, cada), entre outras opções vindas de Minas Gerais, terra natal do sócio-fundador Lúcio Pacheco.

Serviço:
Encontros Casuais – com Inácio Rios e Mosquito
Quinta-feira: 06, 13, 20 e 27 de janeiro
Beco do Rato (Rua Joaquim Silva, 11 – Lapa. Tel.: (21) 2508-5600)
Abertura da casa às 18h / Roda de Samba: 21h
Classificação: Livre

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here