Ele é pequenino (em média tem cerca de 15 cm) mas sua importância para a biodiversidade marinha é enorme! O cavalo-marinho (Hippocampus reidi) acaba de ganhar um mês dedicado a ele no Aquário Marinho do Rio!

Em fevereiro, atividades educativas e exposição de fotos farão parte do “Mês do Cavalo-Marinho” para conscientizar o público sobre a necessidade de conservação deste peixe. Aliás, a escolha para homenagear esse animal não foi por acaso. No Brasil existem três espécies e todas estão ameaçadas de extinção, sendo classificadas como “vulneráveis”
segundo o ICMBio. O cavalo-marinho é extremamente importante para o ecossistema marinho, pois é um predador onde vive e, com isso, controla populações de animais que vivem associados às algas e esponjas, mantendo esse ambiente estabilizado.

“É um animal que precisa ser preservado. Por isso, dedicamos um mês inteiro a eles para que os visitantes possam aprender mais sobre o cavalo-marinho e a importância
sobre sua conservação”, explica Rafael Franco, biólogo marinho e gerente técnico do AquaRio.

O AquaRio está à frente de uma pesquisa sobre reprodução destes seres, visando a conservação. Hoje, há quase 40 filhotes que nasceram no local. “O cavalo-marinho é um animal completamente diferente de todos os outros e fascinante, por isso, o estudamos”, diz o biólogo Rafael Franco.

A principal diferença é em relação à gestação. É o macho que carrega os bebês por cerca de 16 dias. Em média, nascem cerca de 1.000 filhotes, estratégia para tentar
chegar à fase adulta, já que a taxa de sobrevivência é muito baixa, pois os filhotes são facilmente predados na natureza.

Serviço:
Praça Muhammad Ali, Gamboa (em frente aos Armazéns 7 e 8 do Porto do Rio)
Horário de funcionamento: De segunda à sexta, das 9h às 17h (com entrada no circuito até às 16h). Aos fins de semana e feriados, das 9h às 18h (com entrada no circuito até às 17h)
Informações e compra de ingressos: www.aquariomarinhodorio.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here