Cartas para Gonzaguinha
Foto: Henrique Cardozo

O que é a vida? Gonzaguinha lançou essa enquete ao público na década de 80  e com as respostas que recebeu de volta, compôs “O que é, o que é?”. Em 2022, o musical “Cartas para Gonzaguinha” traz esse questionamento mais uma vez para o povo brasileiro. Afinal, a pergunta ainda roda, e a cabeça ainda agita.

O espetáculo, que já levou mais de 14 mil pessoas ao teatro, em temporadas no Teatro Riachuelo (no Centro do Rio) e no Teatro São Luiz (em Fortaleza),  traz para a cena alguns dos incontáveis sucessos de Gonzaguinha como “O que é, o que é?”, “Sangrando”, “Explode coração”, “Eu apenas queria que você soubesse”.

Aliás, a peça conta com 18 atores em cena, além da banda que conta com a instrumentista Nanan Gonzaga, filha do cantor e neta de Luiz Gonzaga, além disso, ela também assina pesquisa e assistência geral da montagem.

O musical mostra as dores e delícias de trabalhadores urbanos que ousam sonhar com feijão na mesa e sorriso nos lábios. O ano é 1981, e a retomada da democracia avança lentamente pelo país, ainda com forte repressão. Mas uma pergunta posta por Gonzaguinha na grande mídia tira a classe operária de sua rotina: “O que é a vida?”. As respostas mais criativas podem se tornar versos de uma nova música. Eles sacodem a poeira suada da luta e encontram tempo para responder ao chamado do ídolo. A vida, afinal, é bonita, é bonita e é bonita.

O espetáculo tem estreia marcada para 11 de março, no Teatro Imperator. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria ou pelo Sympla.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here