Segundo o dicionário, o conceito de cultura é o “conjunto de conhecimentos, costumes, crenças, padrões de comportamento, adquiridos e transmitidos socialmente, que caracterizam um grupo social”, no Presença Festival, esse significado ganha um novo simbolismo e se torna uma grande celebração à diversidade, equidade e inclusão, com a presença de artistas de grupos minorizados na cultura e na arte.

Idealizado pelo publicitário e produtor cultural José Menna Barreto, o Presença Festival tem a curadoria dos artistas Dandara Mariana e Caio Braz. Com suas vivências, eles imprimem suas identidades com objetivo de contribuir por uma cultura mais diversa e por uma arte mais inclusiva.

Desde os shows musicais, até às oficinas e bate-papos, o tema da diversidade permeia todo o festival. A curadoria deu, certamente, visibilidade aos grupos minorizados.

A programação do Presença Festival começa em 29 de abril, no Circo Voador, a partir das 21h. Neste dia, há um line-up cuidadosamente definido pelos curadores, com artistas renomados do eixo Rio-São Paulo e comprometidos com mensagens conscientizadoras.

 Aliás, uma exposição também será montada, onde trabalhos de artes visuais de artistas da vanguarda da arte carioca serão apresentados, entre eles Edu Ribeiro, Rafa Moreira e Clara Rio Branco.

Além disso, profissionais mulheres renomadas e representativas estarão entre as ministrantes das atividades, como na Oficina de Roteiro com Luh Maza, a primeira roteirista trans negra da TV brasileira, e no Masterclass Cinema Negro Feminino, a ser dado por Rosa Miranda, primeira mulher negra, no Brasil, a se formar em licenciatura no curso Cinema & Audiovisual da Universidade Federal Fluminense.

Os ingressos para esta noite podem ser encontrados na plataforma Eventim  . Mais informações sobre o Presença Festival podem ser obtidas no site do festival

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here