Entre os dias 17 e 21 de maio, à meia-noite e meia, o Canal Brasil vai exibir a Mostra Lucélia Santos, em homenagem aos 50 anos de carreira da atriz, que faz aniversário no dia 20 deste mês. São cinco dias de programação com filmes estrelados por ela e dirigidos por grandes cineastas brasileiros.

Lucélia SantosA mostra começa com Vagas para Moças de Fino Trato (1992), de Paulo Thiago. Na trama, Gertrudes (Norma Bengell) aluga vagas em seu apartamento para duas mulheres: Madalena (Maria Zilda Bethlem) e Lúcia (Lucélia Santos). A primeira é realista e diverte-se com os seus diversos amantes, enquanto a segunda é sonhadora e vive à espera de um príncipe encantado.

No dia 18 (quarta), será a vez de A Serpente (2019), de Jura Capela. A trama conta a história de duas irmãs Lígia e Guida (ambas interpretadas por Lucélia Santos), que vivem na mesma casa e que enfrentam uma enorme crise após uma traição.

Na quinta, 19, será exibido o longa O Sonho Não Acabou (1982), de Sérgio Rezende. O longa fala sobre sonhos, aspirações e desilusões de uma nova geração de jovens em Brasília.

Na sexta, 20, a mostra traz para o público Luz Del Fuego (1982), de David Neves. Baseado livremente na vida da vedete e naturista brasileira Luz del Fuego, este clássico do cinema nacional conta com roteiro de Joaquim Vaz de Carvalho.  Aliás, ainda no dia 20, haverá uma sessão especial, às 14h30, de O Ibraim do Subúrbio (1976), uma comédia de Astolfo Araújo e Cecil Thiré.

Por fim, ara finalizar a Mostra Lucélia Santos no dia 21, sábado, vai ao ar no Canal Brasil o filme Engraçadinha (1981), de Haroldo Marinho Barbosa. O longa é uma adaptação cinematográfica do romance “Asfalto Selvagem: Engraçadinha, Seus Pecados e Seus Amores”, do escritor Nelson Rodrigues, e gira em torno de Engraçadinha, vivida por Lucélia Santos, uma adolescente atraente, com quem todos querem se envolver, exceto seu primo, o único homem que ela ama.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here