De 14 de maio a 13 de junho de 2022, a Cia do Tijolo realiza uma mostra de repertório em formato híbrido. Serão apresentados quatro espetáculos vencedores de prêmios emblemáticos da cena teatral como o Prêmio Shell, Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro e Prêmio Governador do Estado de São Paulo.

De 14 a 16 de maio, sábado às 20h, domingo às 18h, segunda-feira às 20h, o grupo apresenta “O Avesso do Claustro”, espetáculo que presta homenagem a Dom Helder Câmara, defensor dos direitos humanos no Brasil e indicado por quatro vezes ao Nobel da Paz. No dia 16 de maio, às 20h, o grupo realiza uma transmissão ao vivo da apresentação no Youtube.

Cia do Tijolo
Foto: Alecio Cezar

“O Avesso do Claustro” deseja trazer novamente para o meio da ágora o legado de Dom Helder Câmara, arcebispo de Recife e Olinda, personagem fundamental nas históricas lutas de resistência política durante o regime militar e na construção do ideário da igreja progressista engajada nos movimentos sociais.

A temporada segue com “Concerto de Ispinho e Fulô” de 21 a 23 de maio, sábado às 20h, domingo às 18h, segunda-feira às 20h, e transmissão ao vivo no youtube no dia 23 de maio, às 20h. O espetáculo narra a história de uma companhia de teatro que faz uma viagem no tempo e chega ao Cariri, no Ceará, para uma entrevista com Antonio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré, que acaba declamando, através de versos, seus desejos, inquietações, esperanças e desilusões.

De 04 a 06 de junho, sábado às 19h, domingo às 18h, segunda-feira às 19h, o grupo apresenta “Cantata para um bastidor de Utopias”, e transmissão ao vivo no youtube no dia 06 de junho, às 19h. O espetáculo organiza em torno da figura de Federico Garcia Lorca uma polifonia sobre os regimes de exceção, os desaparecidos políticos e a reinvenção do mundo a partir da poesia, engendrando novas possibilidades de se interpretar a história, de leitura do presente, de pensar o futuro.

Por essa mesa-palco, formato em que o público é parte ativa da encenação, já passaram nomes como Paulo Vannuchi, Luís Carlos Moreira, Rosalina Santa Cruz, Luiza Erundina, Adriano Diogo, Celso Frateschi, César Vieira, Frei Betto, Ilo Krugli, Ivan Seixas, Tim Urbinatti, Marco Antônio Barbosa, Cecília Boal, Maurice Politi, Belisário dos Santos Junior, Sônia Guedes e Dulce Muniz. O projeto tornou-se uma das mais instigantes experiências vividas pelo grupo e também para o público.

De 11 a 13 de junho, sábado às 20h, domingo às 18h, segunda-feira às 20h, o grupo apresenta “Ledores no Breu”, e transmissão ao vivo no youtube em 13 de junho, às 20h. Inspirado no texto “Confissão de Caboclo” do poeta Zé da Luz e no pensamento e prática do educador Paulo Freire, o espetáculo trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor, trazendo uma reflexão sobre as consequências do analfabetismo e do analfabetismo funcional.

As ações fazem parte do projeto “A Cabeça Pensa onde os Pés Pisam – celebrando Paulo Freire no seu centenário” contemplado na 37ª Edição do Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

Mais informações: www.facebook.com/ciadotijolo e www.instagram.com/ciadotijolo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here