"Rosas e Espinhos"“Rosas e Espinhos” foi escrito por mulheres abordando os temas de superação e ressignificação. Lançado para apoiar o projeto social “Beleza Escondida”, “Rosas e Espinhos” foi escrito por cinco empreendedoras que superaram suas próprias dores e dificuldades e ressignificaram suas histórias.

Com prefácio da madrinha do projeto há mais de 3 anos, a cantora Claudia Leitte, “Rosas e Espinhos” traz histórias sobre possíveis caminhos de superação da violência. Além do objetivo de instruir e direcionar mulheres ao autoconhecimento e superação, todo o valor arrecadado com a venda será destinado às casas protetivas.

As autoras Alessandra Vidmontas, Penelope White, Marcela Ávila, Fátima Mottin, Claudia Ramos trazem nas páginas questões como relacionamento saudável, libertação de relações tóxicas e o direito a uma rede de apoio que cuide da mulher, dentre outros aspectos importantes, além de suas histórias de vida, como pessoas que ressignificaram suas histórias com o objetivo de exemplificar os possíveis caminhos para a superação das marcas de sofrimento de quem sofreu com violência doméstica.

” “Rosas e Espinhos” é um livro de mulher para mulher, é um livro para inspirar, para acolher, para falar sobre violência, mas é um livro leve. Que conta a história de mulheres que decidiram ressignificar suas próprias histórias de dor e de marcas de sofrimento”, afirma Alessandra Vidmontas, idealizadora da publicação.

A Beleza Escondida é uma causa que traz à tona a voz potente de cada mulher e ressignifica sua dor. Com foco na proteção, promove a ampliação de casas protetivas no Brasil para mulheres vítimas de violência e seus filhos. Há mais de 20 anos a equipe da Beleza Escondida trabalha com mulheres vítimas de violência. Por meio de ações e incidência em políticas públicas, investe na influência para abertura de casas de proteção nos municípios brasileiros e, também, na capacitação das agentes que acolhem as vítimas nas casas.

Os recursos obtidos por meio da venda dos livros possibilita que outros livros sejam produzidos e distribuídos gratuitamente para mulheres acolhidas em casas protetivas espalhadas pelo Brasil, aderindo à campanha compre 1 doe 1, cada leitor(a) poderá comprar seu exemplar e destinar um segundo a uma mulher acolhida.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here