Sísifo
Foto: Elisa Mendes

Durante o mês de junho, Gregório Duvivier vai reencontrar o público carioca, após mais de dois anos de ausência por conta da pandemia com o monólogo “Sísifo”. Além disso, no dias 2 a 18 de junho, ele receberá o humorista português Ricardo Araújo Pereira para um encontro inédito no Brasil, em duas apresentações que prometem reeditar o sucesso da estreia em Portugal e dos vídeos do YouTube da dupla, que somam mais de um milhão de visualizações.

O local escolhido não poderia ser mais apropriado: o popular Teatro João Caetano, no Centro, onde Gregório já experimentou a lotação esgotada por muitos meses com ‘Z.É. – Zenas Emprovisadas’, espetáculo que marcou o início de sua trajetória profissional.

Aliás, “Sísifo” é inspirado no mito grego do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo. Além disso, o texto conecta a mitologia ao caótico mundo hiperconectado e ao Brasil dos memes. Tal panorama aparece em 60 cenas curtas, assinadas por Gregório Duvivier e Vinicius Calderoni neste trabalho que marca o início da parceria destes dois artistas multifacetados.

“Sísifo é o gif fundador da mitologia histórica, com essa ideia de eterno retorno. Percebemos como isso dava combustível para falar do momento histórico brasileiro, ao mesmo tempo em que falamos sobre travessia, sobre um trajeto que é preciso seguir. Não se chega a um novo Brasil sem passar por um Brasil distópico. Não se chega a um lugar sem passar por outro”, analisa Calderoni, autor do texto com Duvivier.

Entre os muitos temas pelos quais o texto passa, entram em pauta os influenciadores digitais, alguns absurdos nas transmissões ao vivo pelas redes sociais, o complexo momento político brasileiro e até mesmo as desilusões pessoais em um mundo hiperconectado.

O encontro com Ricardo Araújo Pereira (‘Um Português e um Brasileiro Entram num Bar’) também chega por aqui após um êxito absoluto em Portugal, onde já aconteceu em 2017 e no final de 2021. Eles definem a sessão como um desafiador pingue-pongue humorístico, em que passam por uma série de assuntos: das diferenças entre Brasil e Portugal aos limites do humor, com boas doses de provocações individuais. Ricardo é o fundador do Gato Fedorento, grupo no qual Gregório se inspirou para criar o Porta dos Fundos. Ambos protagonizam programas semanais de humor político e também são colunistas de jornais.

Serviço:
De 02 de junho a 18 de junho
Quintas e sextas, às 19h30. Sábados, às 18h.
GREGÓRIO DUVIVIER E RICARDO ARAÚJO PEREIRA EM ‘UM PORTUGUÊS E UM BRASILEIRO ENTRAM NUM BAR’
Dias 23 e 24 de junho
Quinta e sexta, às 19h30.
Teatro João Caetano – Praça Tiradentes
Vendas e mais informações no site!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here