A Galeria Úmida Arte abre suas portas para o talento de duas gerações da Arte |Contemporânea Brasileira, o jovem talento Daniel Nicolaevsky em sua exposição solo “Raízes do Tempo”, e instalações inéditas do consagrado artista contemporâneo Franklin Cassaro em “Natureza Tântrica”.

A partir do 04 de maio, a Úmida Arte abre a sua casa no Jardim Botânico para o público pela primeira vez no ano de 2022, aproveitando o “burburinho” gerado pelo evento CasaCor  no bairro.

“Temos a sorte de estarmos localizados bem próximos ao CasaCor. Aliás, a melhor maneira de celebrar esse momento especial, a reabertura social pós pandemia, será recebendo o público novamente em nossa casa”, afirma entusiasmado o diretor da Úmida Arte, Márcio Regaleria.

Tanto Cassaro quanto Daniel ocupam pela primeira vez a Úmida Arte, o encontro inusitado desses dois grandes artistas e a multiplicidade plástica e sensorial de seus trabalhos transformam a casa em um celeiro artístico imperdível para os amantes da Arte.

O potente trabalho do jovem artista Daniel Nicolaevsky é sem dúvida um dos grandes nomes da nova geração de artistas contemporâneos brasileiros. Seu trabalho plural e multimídia se entrelaça em sua pesquisa sobre as suas raízes e as raízes brasileiras.

Em “Raízes do Tempo”, Daniel investiga o diálogo entre o ser humano e o tempo, esta corda invisível que nos une. Suas esculturas, desdobramentos de suas performances, impressionam por sua beleza plástica mas principalmente, nos questionam por sua qualidade poética e simbólica. O artista resgata suas raízes, sua história e a história de um povo.

Franklin Cassaro é, certamente, um dos mais importantes nomes das Arte Contemporânea Brasileira. Com obras nas mais notáveis coleções nacionais e internacionais, exposições aclamadas nos Museus de Arte Moderna do Rio e Museu de Arte de São Paulo, sendo um dos artistas responsáveis pela abertura das olimpíadas do Rio em 2016, seu trabalho viajou todo o mundo.

Nesta residência artística, é possível ver as obras de Cassaro ocupando espaços inusitados, espalhadas por cantos antes inacessíveis ao olhar expositivo da casa, que em sua observação minuciosa se tornam altares para conexões entre sua obra e a natureza, entre sua obra e a arquitetura.

Esta ocupação proposta pelo artista é orgânica como a Natureza, os Atos Escultóricos irão dialogar com o tempo, e durar o quanto preciso for. O que é hoje, não será amanhã, assim Cassaro nos convida a mais que observar, sentir, presenciar a efemeridade da vida. Assim a Úmida se veste de Cassaro e durante o mês de maio, e convida a todas a verem essa única versão da casa.

SERVIÇO
Visitação: 5 de maio a 4 de Junho.
A exposição é gratuita e feita por agendamento através do telefone 21 988088010, por e-mail umidaarte@gmail.com ou por DM no Instagram @umida_arte .

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here