Fernão Capelo Gaivota
Foto: Íris Zanetti

Literatura, música e dança reunidas para celebrar a riqueza do Brasil e enaltecer a força da obra-prima, “Fernão Capelo Gaivota”, clássico da literatura mundial. O best-seller escrito por Richard Bach ganha um espetáculo que é uma ode à liberdade de alçar voos cada vez mais distantes, aliás, este é o sentimento que inspira o espetáculo homônimo, em única apresentação no Teatro Riachuelo.

“Fernão Capelo Gaivota” narra a história de uma gaivota para a qual voar não seria simplesmente um ato para se locomover. Voar é uma arte e, como tal, deve ser treinada, praticada e compartilhada com os demais, gerando grandes transformações. Uma história sobre a liberdade, a aprendizagem e o amor, que recebe as notas orquestradas nessa adaptação assinada pelo maestro Rodrigo Toffolo e que conta ainda com nomes de peso como Tim Rescala, autor da música original, e a narração conduzida pela doce voz da atriz Nina Vogel.

A mistura potente da arte de diferentes cantos do país se tornou realidade em uma elogiada produção audiovisual, que agora ganha os palcos com a primeira parada em Belo Horizonte. Cantata cênica para coro infantil, balé e orquestra, a montagem rompe as fronteiras geográficas conectando a formação mineira a jovens artistas do Programa Vale Música, projeto autoral do Instituto Cultural Vale.

Para Márcia Rolon, coordenadora do Instituto Moinho Cultural Sul- Americano (MS), projeto que deu origem à Cia. de Dança do Pantanal e é um dos polos do Vale Música, esse trabalho foi desafiador, mas promete um resultado esplêndido. “Essa busca pela perfeição, presente em “Fernão Capelo Gaivota”, é algo que nós, bailarinos, perseguimos constantemente, por isso também nos identificamos tanto com esse trabalho”.

SERVIÇO
Dia: 19 de julho de 2022, terça-feira, às 20h.
Local: Teatro Riachuelo (Rua do Passeio, 38/40 – Centro)
Ingressos pela Sympla  
Classificação: Livre para todas as idades.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here