- Publicidade -

Aliança Francesa do Rio de Janeiro recebe o Grupo SZ para exibição de dois cine-concertos no Festival do Rio

Publicado em:

A Aliança Francesa, em parceria com o Festival do Rio, recebe o Grupo SZ no Rio de Janeiro para exibição de dois cine-concertos, no dia 7 de outubro. Os filmes escolhidos para as sessões especiais de reabertura do Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro foram Soy Cuba e K-ARP: À l’assaut de la Tour Eiffel.

SZ é composto pelos irmãos Litzler, já conhecidos na cena musical francesa. A proposta dos dois músicos é produzir uma música cinematográfica original misturando influências do Post Rock, da música eletrônica e do Jazz.

“O Festival do Rio sempre busca apresentar o cinema em toda sua diversidade. O cine-concerto revisita de uma maneira livre e criativa o cinema dos tempos de outrora e traz a magia do espetáculo ao vivo. Estamos orgulhosos de reabrir o cinema Odeon com essa experiência original e única”, afirma Ilda Santiago, Diretora do Festival do Rio

“A Aliança Francesa tem o prazer de participar deste momento simbólico de reabertura do cinema Odeon, em um evento tão importante quanto o Festival do Rio, apresentando dois filmes-concertos com o Grupo SZ, um dos melhores representantes do cine-concerto, misturando a tradição de clássicos do cinema e a inovação da música contemporânea”, afirma Quentin Richard, Diretor Cultural da Aliança Francesa do Rio

O clássico russo, Soy Cuba foi negligenciado em sua primeira exibição em 1964. O filme sobre a revolução cubana, destinado a servir de propaganda para o governo de Fidel Castro, não agradou as autoridades soviéticas e cubanas. Apenas depois de sair da clandestinidade, em 1992, a obra foi reconhecida como precursora do cinema contemporâneo e contou com o apoio de Martin Scorsese e Francis Ford Coppola para sua difusão. SZ criou o cine-concerto sobre o filme “Soy Cuba” em 2011. O projeto foi uma coprodução com Ville de Saint-Gratien (festival “Un monde, des cultures”), Régie 2C – Ville de Grenoble e Stara Zagora, com apoio do CNV. A dupla se destaca mais uma vez pela ambientação colorida e excêntrica de uma obra cinematográfica importante, mas pouco conhecida e comentada.

Além disso, no dia 17 de outubro, às 16h, os músicos irão apresentar o Ateliê Da Música à Imagem, uma oficina de criação musical para cine-concertos. A oficina será realizada na Aliança Francesa da Tijuca (Rua Andrade Neves, 315) e é aberta ao público infantil e adulto. Durante a oficina, os participantes serão convidados a criar uma trilha sonora para um trecho de um filme a partir de instrumentos e objetos.

Os irmãos Franck e Damien Litzler propõem um estilo de música “cinematográfica” original, que confere uma nova dimensão aos filmes exibidos nos cine-concertos. Com formas repetitivas e evolutivas, de tensão e relaxamento, a dupla cria melodias cativantes que guiam o espectador com energia e sutileza a territórios imprevisíveis que oscilam entre o rock, o electro e o jazz, para unir-se harmoniosamente ao universo do filme.

Atualmente, SZ é reconhecido na cena musical e artística francesa. Nesses 20 anos, o grupo já produziu dois álbuns aclamados pela imprensa, lançados na França pela Drunk Dog/Differ-Ant. A dupla também realizou mais de 250 concertos e cine-concertos de diferentes formatos em diversos lugares de expressão da música atual, tanto na França quanto na Europa.

A originalidade de SZ reside na performance técnica e cênica a dois, feita a partir de um dispositivo de sampling ao vivo em meio a percussão, bateria, violões, teclados, glockenspiels, vozes, trompetes, objetos diversos e achados de todos os tipos. Partes da trilha sonora original são integradas à criação, como um terceiro músico durante o filme, o que resulta na mistura de sons acústicos e eletrônicos.

O exercício especial do cine-concerto oferece aos músicos a possibilidade de explorar formas e materiais musicais e sonoros. Esse tipo de criação multidisciplinar estimula a imaginação por se emancipar de formatos tradicionais e abrir possibilidades para inovações.

Desde 2011, os irmãos Litzler conduzem regularmente ateliês de iniciação à criação de cine-concerto para públicos variados. Além disso, por serem reconhecidos como especialistas do gênero, eles atuam como formadores desta disciplina para profissionais da música (atuantes no meio escolar e musical) e da pedagogia. Damien dirige, em Grenoble, um dos raros festivais de cine-concerto na França, “Le Tympan dans l’œil”, criado por ele.

SERVIÇO:
Dias: 7 de outubro (sexta-feira)
Local: Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, Praça Floriano, 7
Horário: 19h30
Classificação etária: 14 anos
Ingressos no site da ingresso.com

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -