- Publicidade -

Mostra Itinerante de Curtas com sessões gratuitas

Publicado em:

A Mostra Itinerante de Curtas apresentará os resultados da 12ª edição do Programa Imagens em Movimento (PIM) em sessões gratuitas e abertas ao público, a serem realizadas até o dia 8 de dezembro, nos 7 municípios em que o projeto atua. Ao todo, serão exibidos 35 curtas-metragens seguidos de debates com os jovens realizadores brasileiros, além de curtas feitos por estudantes de outros países.

O público do Rio de Janeiro verá os filmes dos jovens a partir desta terça, 22 de novembro, das 9h às 12h, em sessão no Planetário do Rio, na Gávea, seguido por debate com alunos das escolas municipais Orlando Villas Boas, Calouste Gulbenkian e Frederico Trotta. No dia seguinte, 23, também das 9h às 12h, será a vez de ocupar o Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo, reunindo alunos dos colégios estaduais Adelina Castro e José de Souza Marques.

Além disso, a garotada de Niterói vai se encontrar na sexta, dia 25, das 12h às 15h, na Reserva Cultural Niterói, em São Domingos. O debate terá alunos das escolas municipais José Emygdio de Oliveira, Profª Lúcia Maria da Silveira Rocha, Profº Dario Souza Castello e Maestro Heitor Villa Lobos. A última sessão no Rio será na quinta, dia 1 de dezembro, das 13h30 às 16h, no Memorial Municipal Getúlio Vargas, na Glória, com alunos das escolas municipais Ayrton Senna da Silva, Roraima, Pracinha João da Silva e Araújo Porto Alegre.

O PIM é fruto de uma parceria pioneira na América Latina com uma rede de 16 organizações internacionais, chamada Cinema, cem anos de juventude, fundada pelo cineasta e professor francês Alain Bergala, referência mundial no campo da pedagogia do cinema. O objetivo do projeto é trazer para o currículo escolar da rede pública brasileira a experiência crítica e criativa das artes, em oficinas gratuitas, desenvolvidas no horário extracurricular que se baseiam em metodologias de vanguarda.

“Esse projeto nasceu de um desejo que poderia ser considerado utópico, de colocar os estudantes de escolas públicas brasileiras em situação de igualdade com alunos de outros países como França, Alemanha ou o Japão. É claro que eles vivem realidades absolutamente distintas, inclusive no que diz respeito ao contexto da educação pública de cada lugar. Mas através da experiência criativa do cinema e do encontro com essa arte, tem sido possível, sim, realizar este sonho”, conta Ana Dillon, diretora do Programa Imagens em Movimento e fundadora da ONG Raiar.

O programa começou no Rio de Janeiro em 2011, e, em 2022, passou a alcançar outros quatro Estados pela primeira vez. Alunos de Ensino Médio e Ensino Fundamental de Camaçari (Bahia), Várzea Paulista (São Paulo), Vitória (Espírito Santo), Macaé, Duque de Caxias e Niterói (Rio de Janeiro) participaram este ano de oficinas de Cinema que resultaram na produção de curtas metragens concebidos e realizados por eles – do roteiro à edição final -, a partir de desafios audiovisuais comuns, frutos de uma metodologia pedagógica compartilhada internacionalmente.

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -