- Publicidade -

“Karaíba”, baseada no livro de Daniel Munduruku, no Teatro Ruth de Souza

Publicado em:

Mesclando mitologia dos povos originários e aventura, “Karaíba” entra em cartaz com o intuito de repensar algumas lacunas na pré-história brasileira. Peça é um exercício de imaginação sobre como seriam os povos e a vida nestas terras antes da chegada dos europeus. Destinado ao público infanto-juvenil, o projeto deseja ainda realizar parcerias de formação de público com escolas, contribuindo com a execução da lei que torna obrigatório o ensino de história e sua cultura.

A peça é inspirada na obra literária do indígena da etnia Mundurucu, Daniel Munduruku, filósofo, historiador, psicólogo, doutor em Educação pela USP, pós-doutor em Linguística pela UFSCar, atual diretor-presidente do Instituto Casa dos Saberes Ancestrais (UKA) e autor de mais de 50 livros para crianças, jovens e educadores.

Para Rafael Barcelar, diretor do espetáculo, “Karaíba” nasce de uma ação política, “Quem poderia imaginar que em 2022, diante de um aumento do massacre aos povos originários, um grupo de artistas majoritariamente indígenas conseguiria estrear um espetáculo teatral para as infâncias? A partir do movimento de recuperação da memória dos antepassados, construímos uma narrativa ficcional que reinventa este fragmento de tempo apontando caminhos para o presente e futuro. Este trabalho é um ato de resistência diante de um passado de raízes arrancadas. Uma disputa do imaginário e do simbólico”.

E para contar essa narrativa, o canto, a dança, a poesia, a oralidade e a sonoridade compõem uma história cheia de ensinamentos e alianças. Com isso, o público terá elementos lúdicos que os estimulem a pensar essa terra antes da colonização, percebendo como que o encontro com os europeus é um capítulo decisivo da história, mas não é o começo dela. “Karaíba” mescla arte ao conteúdo programático escolar e encoraja discussões que podem ser estendidas a todos, como a pluralidade cultural brasileira e a quebra de estereótipos raciais.

Juliana Gonçalves é a diretora de produção e idealizadora da peça, que começou a ser pesquisada durante a pandemia: “Conheci o trabalho de Daniel Munduruku quando me aprofundava na pesquisa que desenvolvo sobre a história do Brasil a partir da ótica de pesquisadores e professores indígenas. Mandei um e-mail tímido a ele dizendo: li seu livro, estou apaixonada e gostaria de produzir uma adaptação pros palcos, podemos conversar sobre? Estamos construindo uma nova e linda trajetória com esse projeto, carregando um ineditismo em diversos âmbitos”.

Já a dramaturga Idylla Silmarovi realizou a adaptação do livro para a peça: “Fui desafiada a me debruçar sobre esse texto e tentar imaginar, numa perspectiva teatral, esse mundo contado por Daniel. Esta montagem colabora profundamente para as artes da cena contemporânea e para as artes da cena indígena contemporânea”.

Serviço:
Espetáculo: KARAÍBA
Local: Teatro Ruth de Souza
Parque das Ruínas, Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa, Rio de Janeiro – RJ
Temporada: 10 de dezembro a 18 de dezembro de 2022, às 16h.

Rota Cult
Rota Cult
Redação do site E-mail: contato@rotacult.com.br

Mais Notícias

Nossas Redes

2,459FansGostar
216SeguidoresSeguir
125InscritosInscrever
3.870 Seguidores
Seguir
- Publicidade -