Escrita por Dhalia em parceria com sua mulher, a cineasta Vera Egito (do premiado curta “Espalhadas pelo Ar”), a trama acompanha dois personagens que vão para a mina em busca de riquezas. Wagner Moura, que também entrou como coprodutor, e Daniel Oliveira vão interpretá-los. A parceria com o fotógrafo Ricardo Della Rosa (“À Deriva”) será mantida.
São dois amigos que saem do Rio de Janeiro numa jornada de transformação a partir desse grande evento que foi Serra Pelada. Eles cruzam com outros personagens interessantes. É a história da mina, mas também do Brasil.
“Este será um filme de pegada, de ação, um faroeste contemporâneo. Há uma coisa delirante na história toda, porque falamos de milhares de pessoas afetadas por uma quantidade absurda de ouro”, define Dhalia. A título de curiosidade: o Major Curió, que supostamente pôs ordem em Serra Pelada, é constantemente comparado com o Coronel Kurtz de “Apocalypse Now”, de Francis Ford Coppola. “Delirante” é um adjetivo comumente empregado aos dois.
As filmagens acontecem por cinco semanas. A distribuição já está garantida pela Warner Bros., que já havia lançado “À Deriva”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here