Luke é um motociclista misterioso que trabalha no Globo da Morte, mas pretende largar essa vida. Ao descobrir que um antigo caso teve um filho seu, ele resolve ficar para dar uma vida melhor ao garoto.
 
As feridas do passado são reabertas 15 anos depois pelos filhos ( Jason e AJ), que não tiveram ideia do impacto dos acontecimentos em suas vida. Enquanto, um deles bisbilhota o passado o outro só pensar em se drogar.
 
Eva Mendes dessa vez não encarna uma mulher sexy, como na maioria de seus papeis. Romina exige uma carga mais dramática e é justamente isso que faz o trabalho da atriz mais pesado (dessa vez com uma maquiagem bem diferente de outras atuações) .
 
Ryan Gosling e Bradley Cooper fazem um bom trabalho em cena. Já Ray Liotta deixa muito a desejar.
 
Impossível não lembrar em alguns momentos de Gosling em DRIVE, ambos os personagens são enigmáticos e misteriosos.
 
O filme é longo, o que o faz se perder em diversas passagens. Mas como o próprio titulo diz “O lugar onde tudo termina”, tem um propósito, mesmo que longo e cansativo, o filme agrada e impacta o espectador.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here