Robert McCall, é um homem honesto, trabalhador de uma loja de materiais de construção, que vive em Boston tranquilamente. Teri é uma jovem prostituta que trabalha na vizinhança, que  após se agredida violentamente liberta um homem adormecido dentro dele, assim McCall se torna um justiceiro pelas ruas da cidade onde, obviamente, os russos são os inimigos.

“Os dois dias mais importantes da sua vida são: O dia em que você nasceu, e o dia em que você descobre o porquê” , a famosa frase de Mark Twain abre o filme com o propósito de levar o espectador direto ao ponto. Sem rodeios, “O Protetor” apresenta logo seu enredo e seus personagens. As cenas de ação são violentas, mas necessárias, além de serem muito bem coreografadas.

Enquanto Denzel arrasa em cena, a jovem Chloë Grace Moretz mostra uma nova faceta, agradando também.
O filme  traz o Denzel de “Chamas da vingança”  e “Dia de Treinamento” (filme também dirigido por  Antoine Fuqua) de volta as telas agradando o espectador. Seja pelas atuações ou pelo roteiro e a direção que tem referências de “O Justiceiro” e “Um dia de fúria”, o filme que é violento por natureza agrada quem curte o gênero. 

Se você curte, sangue, porrada e tiro, não pode perder!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here