Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções da pequena cidade em que moravam.

Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chega ao fim, a realidade os separa de maneira cruel e implacável.

Anos mais tarde, eles estão de volta a cidade para o velório de Tuck Hostetler, esse  reencontro desses dois personagens após vinte e um anos, desperta o passado entre eles, a melhor fase de suas vidas.

Com uma estética bela, um roteiro fraco e atuações medianas, o filme agrada a mulherada! É a típica comédia romântica, bem açucarada ( que chega a enjoar).

Baseado no best-seller de Nicholas Sparks, “O melhor de mim” tem direção de Michael Hoffman, conhecido por filmes como “Um dia Especial”, “Sonho de Uma noite de Verão” e “A Última Estação”. Ganhou prêmios como o de melhor adaptação literária no Festival de Hessian e como filme mais popular no Festival de Vancouver, além de receber indicações no Festival de Sundance, Roma e Berlim.

Bonitinho, pura sessão da tarde, com belos corpos e muito amor para dar!


Bom filme!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here