Depois de passar pelo Festival de Veneza, onde ganhou o Grande Prêmio do Júri e pelo Toronto International Film Festival, a animação “Anomalisa” chega ao Festival do Rio.
Com roteiro e direção de Charlie Kaufman (diretor de “Sinédoque, Nova York” e roteirista de “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”, “Adaptação” e “Quero Ser John Malkovich”).
stop-motion, que tem estreia prevista para o dia 28 de janeiro de 2016 no Brasil, conta a história de Michael Stone, autor de “Como Posso Ajudá-lo a Ajudá-los?”, uma espécie de celebridade do mundo corporativo, que está incomodado com a rotina da sua vida. Durante uma viagem para Cincinnati, onde está programado para dar uma palestra, ele se surpreende ao descobrir uma possível escapada de seu desespero: Lisa, uma despretensiosa representante de vendas, que pode ou não ser o amor de sua vida.
São 90 minutos que poderiam ser muito bem reduzidos na duração de um curta, alias toda a estrutura do filme desde a narrativa aos personagens, pede isso.
A estética é muito bem construída junto com a trilha sonora que é baseada em instrumentos de corda de Carter Burwell.
As vozes dos personagens são de Jennifer Jason Leigh (“Mulher Solteira Procura” e “Sinédoque, Nova York”) como Lisa e David Thewlis (“A Teoria de Tudo”) como Michael. Tom Noonan (série “12 Monkeys”) faz a voz de todos os outros personagens.

O filme foi financiado com a ajuda do público, fã de Kaufman, através de crowdfunding.

Em exibição na Mostra Panorama do Cinema Mundial do Festival do Rio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here