Alice Kingsleigh passou os últimos três anos seguindo os passos de seu pai e navegando os oceanos. No seu retorno a Londres, ela se depara com um espelho mágico e retorna ao fantástico mundo subterrâneo, onde reencontrará seus amigos: o Coelho Branco, a lagarta Absolem, OGato Risonho e o Chapeleiro Maluco.
 
Porém , por um trauma do passado, o Chapeleiro perdeu sua “insanidade”, então Mirana, a Rainha Branca, envia Alice em uma jornada em busca da Cronosfera, um globo metálico que fica dentro da câmara do Grande Relógio que controla todo o tempo. Retornando ao passado, ela reencontra amigos – e inimigos – em momentos diferentes de suas vidas, e embarca em uma perigosa corrida para salvar o Chapeleiro antes que o tempo se acabe.
Como todo filme da Disney, as mensagens bonitas fazem parte do roteiro que é simples e amarradinho.
O filme é cheio de referências à outras obras cinematográficas: “Hugo Cabret” nas sequências dentro do relógio,  “Meu Malvado Favorito”, na construção do vilão Tempo e nos pequenos minions de lata que são capazes de se auto-transformar em uma espécie de “Transformers”.
 
Johnny Depp está de volta com o caricato chapeleiro, Anne Hathaway não empolga com uma uma atuação apática,  quem rouba a cena é a dupla de vilões Sacha Baron Cohen e Helena Bonham  Carter! Além de ótimas atuações, a química e sintonia dos atores acrescenta e muito aos personagens.
 
Os Efeitos Visuais e a computação gráfica (também chamada de CGI) são ótimos, bem feitos e  complementam o trabalho da Direção de Fotografia e de Arte de forma primorosa.
 
A Direção de Arte e a Fotografia trabalham bem os contrastes em cena através da cartela de cores. Mesmo muito colorido, o filme consegue usar de poucos momentos sombrios nos momentos necessários.  
 
A criançada vai se divertir nesse filme bem colorido fugindo da estética de Tim Burton, (alias, o diretor atuou apenas como produtor do longa). A direção ficou por conta de James Bobin de Os Muppets 1 e 2.
 
 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here