cartazO último virgem conta como Dudu (Guilherme Prates), um tímido e virgem no último ano do Ensino Médio, perderá a sua famosa virgindade. Por isso, seus amigos Escova (Lipy Adler), Borges (Éverlley Santos) e Gonzo (Christian Villegas) resolvem ajudá-lo a ter sua primeira relação sexual depois que Dudu recebe um estranho convite da bela Débora (Fiorella Mattheis), a professora mais desejada do colégio.

O filme apresenta o universo adolescente sem pudores, com tudo o que ronda seu cotidiano: masturbação, palavrões, festas, brincadeiras, paixões e fantasias sexuais

Na tentativa de copiar filmes americanos como Porkys e American Pie, O último virgem tenta utilizar da mesma formula sem sucesso. Com atuações artificiais, um roteiro fraquíssimo, diálogos baixos e ofensivos, personagens mal desenvolvidos e estereotipados, O último virgem aborda a questão da perda da virgindade, um assunto frequente nas conversas dos adolescentes. Porém o filme é muito mal conduzido. Além de fugir da proposta do filme (a perda da virgindade de Dudu), o diretor deixa de lado o seu protagonista, priorizando o personagem Escova em toda a projeção. Além disso, tudo beira a artificialidade e o superficialismo.

Com direção de Rilson Baco e Felipe Bretas, o elenco conta ainda com Guilherme Prates, Fiorella Mattheis, Bia Arantes, Gabi Lopes, Amanda de Godoi e participações especiais de Camila Rodrigues, Lisandra Souto, Márcio Kieling, Werner Schünemann e André Ramiro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here