O Centro Cultural Fato e Presença é uma entidade sem fins lucrativos, nascido da inciativa de amigos que fazem parte do Movimento Católico Comunhão e Libertação, e que busca promover o diálogo entre a Fé e a Razão através de eventos como mesas redondas, palestras e outras formas de manifestação cultural. Para isso, o evento visa oferecer a todos expressões verdadeiramente humanas do desejo de verdade, beleza e justiça, tornando-se assim um ponto de encontro para pessoas de diferentes crenças, tradições e culturas que se esforçam para a compreensão recíproca, construção mútua e amizade verdadeira.

A primeira edição do evento foi realizada no dia 18 de outubro de 2014 na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. O evento contou com a participação da Profa. Márcia Valéria Teixeira Rosa (UNI-RIO), que apresentou a mostra “O Bem de Todos: os afrescos do Bom Governo no Palácio Público de Siena”, de Stella Caymmi, com o “Tributo a Caymmi” e com um concurso de poesias, cujo tema foi “Um grito lançado ao infinito”, dentre outras atividades culturais.

Em 2017 serão realizadas mesas redondas e mostras tendo como temas a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, já que em 2017 são comemorados os 300 anos do encontro da imagem, e sobre a APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados), que é um modelo de humanização do sistema penitenciário nascido no Brasil e difundido atualmente em mais de 18 países, e que tem índices de recuperação de mais de 80%.

O primeiro dia (27/01 às 18h) acontecerá a participação do grupo “Codex Sanctissima que apresenta a terceira parte do projeto de música medieval “Títulos da Virgem”, com o tema “Dei Genitrix”. Neste programa, estão incluídas Cantigas de Santa Maria do rei Afonso X, o Sábio (séc. XIII); canto Velho Romano do século VIII; obras da Escola de Notre-Dame de Paris (séc. XII-XIII); laudas italianas dos séculos XIV e XV; obras do manuscrito do mosteiro espanhol de Las Huelgas (séc XIV); música medieval alemã do século XV; Ars Nova francesa e italiana (séc. XIV); música da alta renascença espanhola e inglesa (séc. XVI).”

Teremos ainda nos três dias, visitas para duas mostras (com entrada franca) – Uma sobre a Basílica de Aparecida – por ocasião dos 300 anos do descobrimento da imagem de Nossa Senhora Aparecida. E outra sobre a APAC – (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados), Um sistema penitenciário, onde as chaves do cárcere estão nas mãos dos recuperandos – detentos. Acontecerão duas mesas redondas: sexta, sobre Aparecida e sábado sobre a APAC.

No encerramento domingo show com a Banda Grovee – A Banda é composta por amigos que amam a boa música e se propõe a tocar diversos ritmos desde o samba até o rock com ênfase na Música Popular Brasileira ( MPB ) .

Ainda estão confirmadas a presença dos seguintes convidados nacionais e internacionais, entre outros:
• José Mariano Beltrame, ex-secretário de segurança do Estado do Rio de Janeiro;
• Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, Juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça;
• Valdeci Antônio Ferreira, diretor da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados;
• Roberto Donizetti de Carvalho, ex-detento, gerente de metodologia da Associação de Proteção e Assitência ao Condenado
• Rose Busingye, diretora do “Meeting Point International”, de Uganda, que trabalha no acompanhamento de pessoas infectadas pelo HIV, de órfãos cujos pais foram vitimados pela doença, e de crianças em situação de risco naquele país.;
• Francesco Berardi, engenheiro, diretor da NOKIA, residente atualmente nas Filipinas;
• Marcos Zerbini, deputado estadual pelo PSDB em São Paulo, presidente da Associação dos Trabalhadores Sem Terra de São Paulo (ATST);

A programação completa pode ser encontrada no site www.rioencontros.ORG.br
Todas as atrações do evento são gratuitas. As despesas são financiadas por doações de pessoas físicas e patrocínios.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here