No dia 20 de agosto (domingo), a Sala Cecília Meireles recebe os 52 músicos da jovem Orquestra Sinfônica Cesganrio para única apresentação, inédita, do “Concerto para Povos Indígenas”, sob a regência do seu maestro Eder Paolozzi. O programa inédito apresenta o índio flautista da etnia Yawalapti, Anuiá Amarü; a obra inédita no Brasil, Masiá Mujú” (1987), da compositora uruguaia Beatriz Lockhart, com participação da flautista carioca Sofia Ceccato; “Uirapuru” (1917) de Heitor Villa-Lobos; a suíte “Pássaro de Fogo” (versão de 1919), de Igor Stravinsky.

A abertura do concerto em homenagem ao Dia Internacional dos Povos Indígenas (comemorado no dia 9 de agosto), às 11 horas, com preços populares, conta com a participação especial do flautista Anuiá Amarü, índio do Alto Xingu que apresenta obras de sua autoria em uma flauta construída por ele mesmo. E pela primeira vez no Brasil, “Masiá Mujú” é concertino para flauta e orquestra inspirado nas melodias da cultura indígena venezuelana. A obra da compositora uruguaia Beatriz Lockhart (1944-2015) foi recentemente interpretada pela solista Sofia Ceccato em Montevidéu.

O repertório do “Concerto para Povos Indígenas” também inclui “Uirapuru” (1917) de Heitor Villa-Lobos, que retrata o ambiente da floresta e os seus habitantes: os índios. A terceira obra selecionada pelo maestro Eder Paolozzi para este programa é a suíte do “Pássaro de Fogo”, de Igor Stravinsky, em sua versão de 1919. Obra que se inspira na lenda eslava da Fênix, que renasce das cinzas, uma obra emblemática sobre o ressurgimento.

“Nossa intenção é homenagear e contribuir com a valorização da cultura indígena, que é um dos pilares fundamentais da cultura brasileira, muitas vezes esquecida. Trouxemos o intérprete indígena que abre o concerto, o flautista Anuiá Amarü, que vai executar obras de sua autoria, além de conviver conosco num intercâmbio da sua cultura musical com os membros da nossa orquestra”, declara o maestro e diretor artístico da Orquestra, Eder Paolozzi.

PROGRAMA “CONCERTO PARA POVOS INDÍGENAS”
Anuiá Amarü, flautista convidado da etnia Yawalapti, do Alto Xingu
“Masiá Mujú”, Concertino para flauta e orquestra de Beatriz Lockhart (1944-2015), Solista Sofia Ceccato
“Uirapuru”, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Suíte do “Pássaro de fogo” (versão 1919), de Igor Stravinsky (1882-1971)

SERVIÇO:
“CONCERTO PARA POVOS INDÍGENAS”
Local: Sala Cecília Meireles (Largo da Lapa, 47 – Lapa)
Data: 20 de agosto de 2017 (domingo)
Horário: 11 horas
Classificação: 5 anos.
Ingressos: Horário de funcionamento da bilheteria: Terça a sexta de 13h às 18h,  ou https://www.ingressorapido.com.br/compra/?id=57512#!/tickets

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here