Primeiro filme dirigido pelo ator Andy Serkis (Planeta dos Macacos) evoca a história de vida de Robin Cavendish. Com um roteiro simples e objetivo, o filme reduz o período de onze anos, após se diagnosticado com poliomielite e ficar tetraplégico, aos 28 anos. A trama evolui pela cronologia de seu único filho, Jonathan Cavandish (produtor do filme) e pontos cruciais da sua história que contraria todas as ordens médicas e convenções sociais da época.

Com produção da BBC, o filme segue o padrão das biografias extraordinárias, narrativa linear e um protagonista que vai além do seu tempo, um visionário como Stephen Hawkins e Steve Jobs. Que fique claro que não estou comparando suas histórias, mas sim, como elas são retratadas no cinema.

A trilha sonora com um pé no melodrama encanta e faz o espectador chorar, enquanto a fotografia é um deleite à parte e uma ótima reprodução da época.

Protagonizado por Andrew Garfield (em grande atuação) é o típico filme que tem tudo para ser indicado ao Oscar por retratar histórias extraordinárias reais. Com roteiro escrito por William Nicholson (Gladiador), o filme foi escolhido para abrir BFI London Film Festival em 2017.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here