Que o Carlos Saldanha é o queridinho da animação, isso todo mundo já sabe. E O Touro Ferdinando só ratifica esse carinho. O filme inspirado é no livro de Munro Leaf, a animação dirigida pelo brasileiro é muito original e divertidíssima, embora o enredo envolva uma tradição cultural espanhola que constantemente se vê em polêmicas. As touradas, realizadas à séculos no país, hoje em declínio é verdade, tem como plot principal a história de um touro sensível.

Ferdinando vive em um dos mais famosos ranchos do país, em Sevilla, chamado Casa del Toro. Ele divide sua casa com outros touros filhotes, todos com o sonho de serem escolhidos os mais valentes touros quando adultos, e participarem de uma tourada em Madrid. Todos menos o próprio Ferdinando, que detesta briga, e prefere dedicar seu tempo à contemplar a natureza, em especial, flores. E aí que entram as ótimas referências e o encaixe do roteiro do filme. Embora seja uma animação e sendo assim, uma obra para o público infanto-juvenil, o filme exerce uma ótima função educativa, com muita sensibilidade. Desde a sobreposição do bom sobre o mau, a amizade sobre o conflito, e até questões mais humanas como o abate de animais com requintes de crueldade, no caso, a prática das touradas.

Na trama, Ferdinando sofre bullying por parte dos outros touros filhotes, e ao perder seu pai que fora escolhido para uma tourada e jamais retornará, foge do rancho, encontrando abrigo na casa de uma família que cultivava flores. Lá, Ferdinando cresce feliz e se torna um enorme animal. Numa incursão à cidade grande, ele se mete em confusão e é capturado por policiais e posteriormente, enviado de volta à Casa del Toro. Lá, é recebido por uma cabra muito desastrada chamada Lupe, na qual irá encontrar uma grande amiga que lhe ajudará à salvar seus amigos.

O Touro Ferdinando consegue dosar exatamente os elementos de diversão, comédia, tensão e emoção, e com aquele arremate de lição, é uma ótima opção para todo tipo de público.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here