Lançado há menos de dois meses, durante a CCXP, a incrível saga criada por Felipe Castilho chegou à 12ª posição da lista de best-sellers da PublishNews — fazendo dele a obra de fantasia nacional mais vendida nesse início de ano. Livro foi lançado em parceria com a editora Intrínseca.

Com ares de distopia e inspiração em fantasias medievais, Felipe Castilho retrata uma população que sobrevive em meio à dor, assolada pelos castigos constantes e pelas escassas alternativas possíveis em um governo autoritário. A trama se desenrola na última região habitada do mundo, Untherak, onde o povo tem uma única missão: servir à deusa Una sem questionamentos. Não importa a raça, todos estão submetidos à servidão, seja humano, anão, gigante, sinfo, kaorsh ou gnoll, trabalhando até o fim da vida para manter a organização do governo da soberana. Até que um grupo de rebeldes, liderado por uma figura misteriosa, resolve desafiar o status quo e encerrar o reinado de Una de uma vez por todas.

O autor paulista Felipe Castilho, em parceria com o ilustrador Rodrigo Didier e o escultor 3D Victor Hugo Sousa, se inspiraramnos cenários ricos de O Senhor dos Anéis e a realidade desoladora que se aproxima à de histórias como Star Wars.

Para lutar pela liberdade do povo de Untherak, o pequeno núcleo de rebeldes deve deixar suas diferenças de lado e enfrentar alguns dos maiores desafios de suas vidas. Apostar em um futuro sem a soberana Una é um tiro no escuro, ainda mais em uma sociedade enterrada sob segredos que parecem nunca ter fim, mas os aspirantes a heróis trazem a fagulha de esperança de que algo melhor surja — mesmo que para isso seja preciso destruir o único mundo que conhecem. A narrativa é um verdadeiro épico sobre resistir à opressão e sobre a importância de poder traçar o próprio destino.

DEIXE UM COMENTÁRIO