“Não é, absolutamente, um diário íntimo, mas tão apenas o diário de uma hospiciada, sem sentir-se com direito a escrever as enormidades que pensa, suas belezas, suas verdades. Seria verdadeiramente escandaloso meu diário íntimo.” (Maura Lopes Cançado)

Com apenas dois livros publicados e considerada uma das maiores autoras do país, a mineira Maura Lopes Cançado terá uma de suas obras encenada no Teatro II do CCBB, a partir de 13 de setembro. “Diários do Abismo” é uma adaptação de Pedro Brício para “Hospício é Deus”, primeiro livro de Maura. “Ganhei o livro de presente do Ney Latorraca, que disse: aqui tem uma grande personagem”, revela Maria Padilha, que completa 40 anos de carreira e estreia seu primeiro monólogo. O espetáculo dirigido por Sergio Módena é um relato autobiográfico que a escritora fez nos sanatórios e clínicas em que esteve internada, enquanto vivenciava o horror dos tratamentos psiquiátricos da época. “O que Maura escreve sobre a natureza humana, loucura, sanidade e religiosidade impressiona pela assustadora lucidez com que aborda os temas”, descreve Módena.

Nascida em uma família rica e importante de Minas Gerais, Maura Cançado aos 7 anos de idade já tinha o hábito de inventar personagens para si mesma. Foi nesta época que os ataques epiléticos começaram. Diagnosticada como psicótica, passou por diversos sanatórios e clínicas psiquiátricas. Em seu diário contava fatos determinantes de sua vida antes e durante sua internação, denunciando os terríveis métodos de tratamento praticados. Estreou em 1959 como escritora no Suplemento Dominical do Jornal do Brasil. Em 1965 foi publicado “Hospício é Deus”. Em 68, “O Sofredor do Ver”. Os títulos foram reeditados pela editora Autêntica em 2015. Teve seu nome maculado na história da literatura ao matar por estrangulamento uma interna grávida. Após o episódio, Maura parou de escrever e foi esquecida por formadores opinião e escritores. Solta em 1980, ainda passou por outras clínicas nos últimos anos de sua vida. Faleceu no dia 19 de dezembro de 1993 devido a um infarto.

Serviço:
“DIÁRIOS DO ABISMO”
CCBB – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Temporada: 13 de setembro à 05 de novembro de 2018
De quinta à segunda às 19h30
Ingressos: R$ 30,00 na bilheteria do CCBB ou no site eventim.com.br a partir de 03/09
Classificação: 12 anos
Duração: 60 minutos
Fotos: Fernando Young

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here