Documentário que aborda o surgimento, o pioneirismo, o desenvolvimento e os desdobramentos da turma mais brasileira das histórias em quadrinhos traz em foco a origem da Turma do Pererê, criada pelo cartunista e chargista Ziraldo.

O diretor Ricardo Favilla discorre por uma narrativa dinâmica através de diferentes depoimentos de Ota, Gonçalo Junior, Laerte, Mauricio de Souza, MIG, entre muitos outros, não menos importantes, além de citar a importância do jornais Cruzeiro e Pasquim e da Editora Abril, na história da Turma do Pererê.

O foco do documentário é mostrar a relevância histórica da obra quadrinista Turma do Pererê, considerando a linguagem gráfica original de Ziraldo ao desenhar, passando pela importância da onomatopeia dentro da sua criação, e da sua relevância histórica. Ziraldo sempre fez quadrinhos para adultos, porém a história dos quadrinhos, o levou para outro rumo, quando criou o Menino Maluquinho.

A turma do Pererê foi a primeira revista em quadrinhos em cores de um autor só, no Brasil. Considerada como uma obra nacionalista e memorialista de Ziraldo, a obra abordava temas de relevância como ecologia, sustentabilidade e inclusão social, além de ter alinhado suas histórias aos principais acontecimentos do cenário brasileiro da época.

Ziraldo promoveu uma revolução visual na contracultura dos anos sessenta. Período onde jornais, revistas foram produzidos e lançados no intuito de criar novos caminhos para a circulação de informação e ideias.

“Ziraldo, colocou-se à vanguarda da literatura nacional, por meio da adoção de procedimentos experimentais ainda hoje não incorporados pela literatura” – Cristina Maria Vasques, Profª. Doutoranda USP.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here