Depois da temporada interrompida no Teatro Eva Herz, o espetáculo Gravidades retorna ao palco do teatro Solar de Botafogo, nos dias 12 e 13 de novembro, às 20h, em Botafogo.

Trazendo o confronto entre lidar com a morte e celebrar a vida, a peça idealizada pelo Coletivo Dupla de 3, investiga a revolução na relação de três amigos após a descoberta de que um deles tem pouco tempo de vida. Sofia, após descobrir que tem uma grave doença e pouco tempo de vida, propõe uma viagem com seus dois grandes amigos, Julia e André, onde irá confrontá-los com a notícia. Esse é o ponto de partida de “Gravidades”, com texto e direção de Laura de Araujo e Julia Stockler, dramaturgia de criação coletiva e consultoria dramatúrgica de Aline Portugal.

Sofia tem a necessidade de registrar sua última viagem em um filme. O destino escolhido, a Serra do Caraça, foi o primeiro local visitado pelo trio de amigos, ainda no colégio, 10 anos antes. Em meio ao reavivamento de memórias e revelações de sentimentos mal resolvidos e reprimidos, os cinco autores propõem a questão: Como lidar com a proximidade da morte e, ao mesmo tempo, celebrar a vida? A peça, que é apresentada de forma densa e envolvente traz questionamentos sobre a importância de viver o agora. “O texto fala sobre o tamanho das coisas e o tempo que a gente tem pra abraçar esses tamanhos. A dimensão da vida é proporcional ao que vivemos a cada momento. O futuro é uma invenção. ‘Quando eu estiver lá, quando eu tiver sucesso’. Temos uma tendência a ficar na projeção da nossa vida, sem perceber o tensionamento que geramos entre o que fazemos agora e que queremos que aconteça no futuro. Esse nível de reflexão abre portas para descobrirmos muitos mundos interiores”, declara a diretora Julia Stocker.

A direção teve um papel fundamental na abertura das feridas que trouxeram densidade para o palco. “Nós achávamos que estávamos prontos para ter uma direção que trouxesse à tona tudo de mais frágil em nós, mas a prática é sempre mais contundente do que imaginamos. É difícil colocar nossas ‘gravidades’ diante de todos, mas acredito no teatro como um lugar de se expor”, declara. Rodrigo Trindade afirma que o processo ainda permitiu que ele investigasse uma condição que sempre despertou seu interesse, a síndrome do pânico.

SERVIÇO:
Espetáculo: “Gravidades”
Local: Teatro Solar de Botafogo (R. Gen. Polidoro, 180 – Botafogo, Rio de Janeiro)
Datas: 12 e 13 de novembro de 2018
Horário: 20h
Classificação etária: 16 anos
Duração: 55 minutos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here