Baseado no livro, inspirado em fatos reais, escrito pelo jornalista David Sheff, Querido Menino é o tipo de filme que te pega de jeito, seja pela realidade tratada em cena (no caso, o uso drogas), ou pelas belíssimas atuações.

Nic Sheff (Timothée Chalamet)  é o mais velho dos três filhos de David (Steve Carell), ele é um jovem normal, com uma família amorosa, inteligente, com uma criatividade ímpar e pronto para ganhar o mundo, com seu talento. Porém, no olhar de Nick seu mundo não é colorido, ele precisa de um estimulo exterior para que seu mundo comece a ter graça, é justamente por isso, que ele começa a usar drogas. No inicio era só maconha, mas com o tempo as mais pesadas vão se tornando parte da sua realidade. Enquanto isso, seu pai tenta entender o que acontece com o filho, que teve uma infância cheia de carinho e suporte.

O filme mostra a dificuldade de ambos os lados em lidar com a dependência química. Carell e Chalamet entregam grandes atuações, em meio ao caos familiar. Ambos os atores trazem autenticidade, sensibilidade à obra. É uma relação bonita de ser ver! Timothée assume o papel com louvor, lembrando, a atuação de Leonardo Di Caprio em Diário de um Adolescente.

Felix Van Groeningen aborda com destreza e emoção essa relação pai e filho, sobrepondo a questão das drogas. Querido Menino não é apenas uma obra com cunho social, é um filme sobre relações familiares, sobre confiança. É aquele filme que te toca a alma (e te faz chorar, sim).  David é um pai zeloso, que ama seus filhos mais do que tudo na vida, capaz de correr atrás pra não vê-los se machucarem, é sobre isso que Querido Menino é, um pai tentando salvar seu filho à todo custo.

O roteiro passa por diversos ciclos da vida de um dependente químico, lutando para se recuperar, mas volta e meia se entrega ao vício. Felix Van Groeningen pontua o filme através da relação paternal sobre as carências do filho, que busca as drogas sob o fascínio de suposto colorido que ela dá. Querido Menino é um filme profundo sobre relações familiares.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here