Onde houver duas pessoas, teremos um relacionamento e com certeza estaremos falando em conflitos de crenças, costumes, gostos, educação, etc., pois relacionamentos são repletos de ‘surpresas’, que distinguem um indivíduo do outro.

Atire a primeira pedra aquele que nunca sonhou com um “casamento feliz”, em que tudo são flores? Que numa noite fria e chuvosa, tudo o que queremos é o aconchego do amado debaixo dos lençóis ou aquela sessão de pipoca caseira na qual a mocinha, ou o mocinho, termina nos braços do galã com a eterna frase: “E foram felizes para sempre”.

O espetáculo “Seria Trágico Se Não Fosse Cômico” é uma comédia de usos e costumes que retrata de forma leve e bem humorada as tentativas – muitas vezes frustradas – de se encontrar o grande amor de nossas vidas, ainda que ele esteja tão próximo que não consigamos enxergar.

A trama gira em torno de Reginaldo (Aziz Àlkimim), um gay de meia idade em busca de um grande amor.

SERVIÇO
“Seria Trágico se não fosse cômico”
Castelinho do Flamengo (Praia do Flamengo 158)
De 04/04 a 30/05
Quinta 19h
Ingresso: R$ 40,00 inteira
20,00 meia (Estudantes, professores da rede pública, Maiores de 60 anos)
Bilheteria: 1h antes do espetáculo
Aceita cartão de credito e debito.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here