De 26 de junho a 15 de julho, o CCBB-RJ recebe uma seleção incrível de 18 títulos estrelados por Robert De Niro. A mostra “De Niro” leva para a tela do cinema do CCBB Rio de Janeiro, um dos melhores, mais respeitados e admirados atores contemporâneos. De Niro trabalhou com os mais importantes diretores de sua geração, conquistou dois Oscar e inúmeros outros prêmios em 50 anos de carreira. A mostra acontece também no CCBB Brasília, onde serão exibidos 12 longas-metragens, de 25 de junho a 7 de julho.

Diante de uma filmografia extensa e bastante diversa, o curador Paulo Santos Lima fez um recorte que evidencia por que Robert De Niro é o mais significativo ator de sua geração. A seleção dos filmes procura mostrar a atuação de De Niro em diferentes estilos cinematográficos, num leque que vai de um filme de arte europeu como 1900 (1976), do italiano Bernardo Bertolucci, a uma obra-prima do típico cinema de gênero norte-americano, como Fogo contra Fogo (1995), de Michael Mann, ou projetos como Touro Indomável (1980), de Martin Scorsese, que exigiu uma maior entrega física e lhe deu o Oscar de Melhor Ator. A mostra contempla também obras hollywoodianas de forte valor artístico, como O Poderoso Chefão – Parte 2 (1974), de Francis Ford Coppola, Oscar de Melhor Ator Coadjuvante; O Franco Atirador (1978), de Michael Cimino; Era Uma Vez na América(1984), de Sergio Leone; e Jackie Brown (1997), de Quentin Tarantino, sem deixar de lado exemplos que mostram um De Niro em excelência criativa em projetos esteticamente menos memoráveis, como o sensível drama Stanley & Iris (1989), de Martin Ritt. E, ainda, localizar historicamente o artista, seja nas experiências da contracultura, em Olá, Mamãe(1970), de Brian de Palma, ou numa comédia americana autoparódica dos anos 1990, caso de Máfia no Divã (1999), de Harold Ramis. A programação conta, também, com os dois longas dirigidos por De Niro, Desafio no Bronx(1993) e O Bom Pastor(2006).

“Além de camaleônico e enquadrando-se em diferentes projetos de cinema, seu grande diferencial foi o de trabalhar com a fina flor do cinema, seja com diretores como Martin Scorsese, Bernardo Bertolucci, Brian De Palma, Sergio Leone e Quentin Tarantino, seja com atrizes como Meryl Streep e Jane Fonda ou atores como Al Pacino e Samuel L. Jackson. Por decorrência, isso faz de Robert De Niro uma fatura estética nas mais importantes experiências cinematográficas dos últimos 50 anos”, comenta o curador Paulo Santos Lima.

A mostra promove um debate, com tradução simultânea de LIBRAS, sobre a vida e a obra de Robert De Niro, entre o curador Paulo Santos Lima e o pesquisador e crítico de cinema Luiz Carlos Oliveira Júnior, no dia 4 de julho, às 19h; e uma sessão especial inclusiva, com audiodescrição e legenda descritiva, do filme Desafio no Bronx, no dia 27 de junho, às 15h30. Os dois eventos têm entrada franca com senhas distribuídas a partir de uma hora antes do início.

SERVIÇO
Mostra De Niro
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro (Rua Primeiro de Março 66, Centro)
De 26 de junho a 15 de julho de 2019
Salas de Cinema 1 (98 lugares)
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia entrada).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here