O ator Elias Andreato apresentará no Clube Manouche, nos dias 18 e 19 de junho, com o monólogo “Arap”, em homenagem ao ator Fauzi Arap, que deixou a cena no auge para dar espaço ao grande diretor. Nestas duas noites será também lançada no Rio de Janeiro a sua biografia “Elias Andreato, A Máscara do Improvável“, escrita pelo jornalista paulista Dirceu Alves Jr, que estará presente.

O espetáculo mostra a preparação do personagem e de como o artista usa o seu ofício para questionar o seu tempo através da dramaturgia e pensamentos, colocando a arte e a educação como caminho de grandeza para que uma nação exista plena e fortaleça a sua democracia. O espetáculo também investiga o papel da palavra no processo terapêutico, ao lado da importância da arte, no mesmo processo.

Mais do que nunca é preciso pensar para transformar o nosso tempo. O teatro dá aos homens a ternura humana. Ele é a expressão mais verdadeira e viva de uma civilização. Toda vez que um ator pisa num palco, ele perpetua sua paixão e oferece o seu coração, para que possamos suportar o que temos de mais monstruoso e de mais belo. É assim, que nos tornamos artistas soberanos.

Elias Andreato afirma que seu novo projeto é “uma reflexão sobre o nosso ofício e uma declaração de amor ao Teatro. Escrever para mim mesmo, numa postura alquímica de transformação, é tudo que me resta e prezo de verdade. Quem sabe, o subproduto dessa empreitada poderá no futuro, ser útil não só a mim. Mas o que importa é abrir espaço contra a inércia que me vinha dominando”, completa.

Serviço
Espetáculo: “Arap”, com Elias Andreato
Lançamento do livro: “Elias Andreato, A Máscara do Improvável”, de Dirceu Alves Jr.
Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico)
Data e horário: 18 e 19 de junho, terça e quarta, 21h
Ingressos: www.eventim.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here