Nesta quarta-feira, dia 14, o ‘Profissão Repórter’ traz histórias de crianças e adolescentes que sofrem com o descaso do poder público quanto à educação. No Mato Grosso, no meio de uma greve de professores que já dura mais de dois meses, a repórter Nathália Tavolieri acompanha a luta de professores e alunos por melhores condições de ensino nas escolas. No interior do estado, a jornalista mostra detalhes de como uma comunidade aproveitou um antigo estábulo para criar uma sala de aula. Já no município de Santo Antônio do Leverger, a repórter conta a saga de alunos transferidos de um colégio abandonado para uma escola que improvisa a biblioteca no corredor, mas que teve que acabar com a sala de informática para dar conta da superlotação.

Em Rondônia, a jornalista Eliane Scardovelli acompanha um barco que leva serviços jurídicos para ribeirinhos e, no meio de uma expedição de cinco dias, descobre que as comunidades locais ficaram seis meses sem aulas por causa da falta de transporte escolar na região, prejudicando mais de 2 mil alunos.

No Amazonas, uma dupla de realizadores indígenas apresenta o caso de uma comunidade que foi obrigada a fechar a escola por conta de um lixão irregular instalado nas suas proximidades. A história de Claudia e Moisés, selecionados para a edição 2019 do projeto GloboLab Profissão Repórter, também será contada em um mini documentário nas redes sociais da Globo e do programa.

O ‘Profissão Repórter’ vai ao ar às quartas-feiras, logo após o Futebol.

Foto:  Globo/Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here