Em 2003, pouco tempo depois dos atentados às Torres Gêmeas, os Estados Unidos estão loucos para arranjar um culpado foi assim que, George Bush buscou uma estratégia escusa: solicitar ao sistema de inteligência da Grã-Bretanha que espionasse países com pouca força na ONU com o intuito de coagir a votarem a favor da invasão ao Iraque, baseando-se no fato fictício de que o Iraque possuía armas de destruição em massa, além do fato de que Saddam Hussein precisava ser contido. Ao interceptar esta mensagem criptografada em seu sistema de segurança, Katherine Gun (Keira Knightley) toma a decisão de divulgar o conteúdo à imprensa, por assim achar que estaria salvando milhares de vidas, ao tentar impedir o início da guerra ao Iraque.

Baseado em fatos reais, Segredos Oficiais conta a a história de Katherine Gun , interpretada lindamente por Keira Knightley. Katherine trabalha para o governo e ao achar que poderia levar informações ao povo britânico. O tamanho da ingenuidade a faz arriscar sua vida em prol de uma concepção de ideal – que, por sua vez, vai de encontro ao que os britânicos chamam de “traição à coroa”. Segredos Oficiais traz mais um capítulo dessa sórdida conspiração da alta cúpula da aliança Estados Unidos-Inglaterra.

A história tem tudo para ser um bom suspense ainda mais contando com nomes de peso no elenco como Ralph Fiennes, Matt Smith e Rhys Ifans, porém falta emoção, até a trilha sonora é clichê.

Fato é, quanto mais filmes, livros e histórias surgem sobre a guerra do Iraque, mais nós temos a certeza de que esta foi talvez a mais forjada de todas as guerras iniciadas até hoje.

Imagem: divulgação Diamond Filmes

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here