Na esperança de curtir sua juventude, uma jovem fica decepcionada ao descobrir que seus pais passarão o verão de 1963 com ela em um resort na sonolenta região de Catskills. Mas sua sorte muda quando ela conhece o instrutor de dança do resort, Johnny, um rapaz com um passado bem diferente do dela. Quando ele a coloca como sua nova parceira, os dois acabam se apaixonando. Apesar do pai proibi-la de ver Johnny, ela não dá a mínima.
Baby (Jennifer Grey) e Johnny (Patrick Swayze) são os protagonistas dessa produção cheia de ritmo que quase não foi estrelada por Patrick Swayze, os atores Val Kilmer e Billy Zane foram cotados. Kilmer não aceitou o convite e Zane não era suficientemente bom dançarino. Da mesma forma, Jennifer Grey não era a primeira opção para Baby. Sarah Jessica Parker e Sharon Stone foram chamadas para participar do filme, mas também recusaram.

Dirty Dancing – Ritmo Quente estreou em 1987 e, desde então, é um ícone para quem adora uma comédia romântica.

Escrita por Eleanor Bergstein e dirigida por Emile Ardolino, a história é inspirada na vida real da autora, que viveu um romance com um instrutor de dança, nas férias, quando era adolescente.

Curiosidades à parte: em 1995, Sandy & Junior lançaram “Sonho Real”, uma versão da música-tema do filme, “(I’ve Had) The Time of My Life”, de Bill Medley e Jennifer Warnes.

Em 2004, o filme ganhou uma continuação: Dirty Dancing – Noites de Havana, que não foi tão bem recebido pelo público como o primeiro.

A série “Glee” homenageou o filme no episódio nove de sua segunda temporada. Nele, Sam Evans (Chord Overstreet) e Quinn Fabray (Dianna Agron) fazem um dueto de “(I’Ve Had) The Time Of My Life”.

Foto: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here