O Rio Fantastik Festival chega a sua 4ª edição como o mais importante Festival de Cinema Fantástico do Rio de Janeiro e um dos melhores do Brasil junto com o Fantaspoa (Porto Alegre) e CineFantasy (São Paulo), entre outros.

O Festival é responsável por descobrir novos talentos no gênero de terror, como também exibir clássicos e filmes cultuados do gênero. Profissionais como os cineastas Rodrigo Aragão, Dennison Ramalho, Gabriela Amaral Almeida, Vicente Amorim, Petrus Cariry, Walter Lima Jr. e Paulo Henrique Fontenelle, entre outros, disputaram e alguns foram premiados com o Troféu Cramulhão. A disputa deste ano reúne seis longas e seis curtas de diferentes partes do Brasil (Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará) com curadoria de Carlos Primati e Raphael Aguinaga. O Rio Fantastik Festival também presta homenagem todo ano aos profissionais consagrados do cinema fantástico.

Os cineastas José Mojica Marins (o nosso eterno Zé do Caixão) e Ivan Cardoso (criador do terrir nacional) já foram homenageados. O homenageado desse ano é octogenário roteirista e autor R.F. Lucchetti, consagrado pelos seus quadrinhos, livros e filmes. Na mostra internacional, sempre antenada com filmes cults e clássicos, tem as versões restauradas de “Armadilha para Turistas” com os cultuados Chuck Connors e Tanya Roberts e “Assassinato no Colégio” com Brad Pitt em seu segundo longa, em que ele faz um papel inspirado no personagem interpretado por James Dean em “Juventude Transviada”. Este ano o júri oficial é composto pela escritora e professora Georgina Martins, a diretora e atriz Karen Acioly e o cineasta Paulo Fontenelle. O júri da ACRRJ conta com Luciana Costa, Pablo Bazarello e Tatiana Trindade. E também tem a premiação do público.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here