A nova série da Netflix, “I am not okay with this”, que chegou no catálogo dia 26 de fevereiro, é baseada numa história em quadrinhos escrita por Charles Forsman. A série tem no elenco grandes nomes, como Sophia Lillis e Wyatt Oleff, que também contracenaram juntos no remake de 2017 e 2019 de It – A coisa.

A história se passa inteiramente do ponto de vista de Sydney, uma típica adolescente norte-americana, que perdeu o pai recentemente e tem que lidar com as frustrações na escola e em casa. Mas além disso, em meio a todo o caos do luto, brigas com a mãe e descobertas na sexualidade, ela também acaba descobrindo que têm poderes telecinéticos e precisa achar uma maneira de controlá-los.

Apesar de ter sido comparada em muitos momentos com “Stranger Things” por causa de sua premissa,  se engana quem for assistir com esse propósito. A série tem um ar muito mais simples e compacto, com poucos episódios de 20 minutos nessa primeira temporada, além de ser mais leve esteticamente e abordar assuntos mais pesados estruturalmente.

Sophia entrega uma protagonista realmente forte, porém extremamente confusa sobre tudo o que ocorre. Enquanto Wyatt vive o amigo apaixonado que tenta ajudar não só com os poderes, mas com todos os sentimentos que envolvem a garota. Aliás, é surpreendente ver como os dois entregam personagens que tinham tudo para cair na mesmice ao qual eles foram consagrados, que foi interpretando os losers, mas que aqui os dois conseguem entregar uma performance claramente diferente, mostrando verdadeiramente o talento.

A série tem vários momentos cômicos, mas sabe abordar bullying, sexualidade, relacionamento abusivo, amizade, luto e ainda misturar tudo isso com um pouco de fantasia em seus poucos minutos de duração. Mesmo que as vezes possa soar meio rasa na forma como é desenvolvida, as qualidades se sobressaem aos pequenos defeitos. I am not okay with this já está disponível na Netflix.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here