O designer e produtor de moda Robert Santos desenvolve e produz sua coleção slow fashion “Refúgio”, produzidas em tecidos de fibras naturais, como algodão e linho, e confeccionadas pelo próprio designer em seu apartamento.

“Em um cenário inédito da pandemia mundial, com sentimentos à flor da pele e um bombardeio de notícias alarmantes, o isolamento social traz consigo o desafio de buscar abrigo dentro de si mesmo. Nessa expedição interior que nasceu a coleção Refúgio, com traduções afetuosas das revelações de uma viagem exploratória às minhas emoções. É o meu refúgio criativo”, afirma Robert.

 As peças buscam imprimir uma sensação espontânea de beleza e traduzir o saudoso aconchego de um abraço. A coleção conta atualmente com 10 peças e segue em desenvolvimento.

Aliás, todas as peças da coleção buscam associar o conforto e funcionalidade e são concebidas pensando em atemporalidade. A escolha de tecidos naturais e o acabamento minucioso têm o intuito de produzir peças duráveis e que traduzem um estilo, em vez de reproduzir tendências passageiras em roupas de curta vida útil – proposta não só da Coleção Refúgio, mas de todas as criações de Robert.

“É tudo feito com muito sentimento. Não precisamos de peças para ficarem penduradas num cabide dentro do armário porque não é confortável ou prático pro dia a dia. O mundo não precisa de mais roupas que duram apenas alguns meses, às vezes até semanas. Precisa de conforto e que dure”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here