Documentário apresenta a profissão de ilustrador.

O significado de ilustrar possui várias vertentes. Uma delas é explicar ou elucidar, com o uso de imagens, desenhos ou figuras. Para quem trabalha com esta atividade, o conceito deste verbo pode ir muito além. O desenho criado e exposto apresenta diversas nuances e interpretações, com opiniões e críticas sobre temas relevantes e que precisam ser debatidos. Às vezes, a ilustração se mostra clara e pulsante, mas há também aquelas que guardam mensagens nas entrelinhas, visível ao olhar dos mais curiosos.

Para explorar este universo contemplador da arte, o documentário Entrevistas do Sair à Luz, lançado neste ano, apresenta a profissão de ilustrador de uma forma ampla e cristalina, com personagens únicos e marcantes. O projeto começou a ser filmado em 2008 e foi recentemente retomado e finalizado.

“Já são 25 anos trabalhando como ilustrador. A profissão, a cada cinco anos, sofre reviravoltas e, para se atualizar com o passar do tempo, é preciso sempre ter em mente que a nossa essência é sermos um cérebro guiando uma mão. É necessário estarmos antenados sobre os problemas sociais que nos assolam, para colocarmos significado naquilo que queremos mostrar”, afirma Renato Alarcão, ilustrador e parte da equipe do filme produzido.

A linha temporal da iniciativa vai desde o jornalismo dos anos 60, com importantes nomes de profissionais brasileiros atuantes na área, aos dias de hoje, nas diversas mídias atuais. O filme aborda variados aspectos relacionados à profissão frente à sociedade atual, nunca abandonando a sua vocação, a essência da arte comunicacional, com o uso de desenhos livres e recortes e colagens.

Aliás, o enredo é focado, primordialmente, na transformação que, ainda em curso, agrega, a cada dia, novas plataformas de mídias digitais, provocando um dinamismo necessário para o momento atual.

Foto destaque: Guillermo Planel.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here