O Apostador, refilmagem de um drama do aclamado James Toback – estrelado por James Caan em 1974 –, dirigido por Rupert Wyatt,  com Mark Wahlberg,  é um raro drama adulto que aborda um tema controverso: o mundo dos apostadores compulsivos.

Aliás, Wyatt se revela um diretor sóbrio e em controle, disposto a arrancar o máximo de seu protagonista, o que teve um preço, magro e abatido, Mark Wahlberg incorpora um jogador compulsivo.

Em O Apostador, Wahlberg é Jim Bennett, professor de literatura viciado em apostas. Essa mania incontrolável ameaça destruir sua carreira e o coloca em apuros com gângsteres. Ele encontra-se num espiral descendente, onde os riscos em empreender apostas cada vez mais altas traduzem-se em dívidas igualmente pesadas.

Wahlberg coloca seus demônios no papel e encara o lado sombrio do personagem, numa crescente onda de um dependente. Em um caminho completamente auto destrutivo, Jim move as peças do jogo como se estivesse num jogo de xadrez, o problema é que ele não sabe quando parar. Jessica Lange e Brie Larson abrilhantam o elenco, sem muito destaque. Cabe a Mark Wahlberg conduzir o longa num eterno jogo de gato e rato.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here