Inspirado na obra do escritor H.G. Wells, O Homem Invisível sempre foi uma das propriedades conhecidas como “os Monstros da Universal” – com a primeira adaptação do estúdio surgindo nos cinemas em 1933.

Quase 80 anos depois, o produtor Jason Blum e a sua Blumhouse ( Atividade Paranormal, Corra!) foram convocados para reinterpretar o personagem para as novas audiências. O resultado é um filme de terror com bastante subtexto social, funcionando como uma metáfora do abuso psicológico, da violência doméstica e das relações tóxicas.

O Homem Invisível é um terror que nos aterroriza ainda mais, justamente porque, lá no fundo, não é tão ficção assim. Por tudo isso, ninguém melhor do que Elisabeth Moss (‘The Handmaid’s Tale’) para o papel principal, pois sua incrível performance nos mergulha no estado mental de uma mulher em estado de alerta perpétuo como resultado de anos de abuso.

Em cartaz Apple TV (iTunes), NOW, Google Play e YouTube.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here