O Museu de Imagens do Inconsciente, criado pela psiquiatra Nise da Silveira, em 1952, está na 11ª Bienal de Berlim, a partir do próximo dia 5 de Setembro, com curadoria de María Berríos, Renata Cervetto, Lisette Lagnado e Agustín Pérez Rubio.

Os curadores selecionaram 22 obras dos artistas Adelina Gomes (1916-1984) e Carlos Pertuis (1910-1977), que frequentaram o ateliê de arte criado em 1946 pela médica visionária como uma das estratégias de liberdade em meio ao confinamento dos pacientes.

Instalado, certamente, no bairro Engenho de Dentro, com um acervo de 400 mil obras, o Museu de Imagens do Inconsciente tem vários projetos em curso, como o de arquitetura e urbanism,o que prevê a criação de uma área verde integrando seus dois edifícios; a catalogação e digitalização de 400 obras, a serem disponibilizadas junto com textos informativos em um site bilíngue, além de um inventário de 22 mil obras do lote das 128 mil tombadas pelo IPHAN. Conheça o museu!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here